Breves
Inicio | Sociedade | Detido no Algarve suspeito de ter ateado três incêndios florestais

Detido no Algarve suspeito de ter ateado três incêndios florestais

A Polícia Judiciária (PJ) de Portimão deteve um homem suspeito de ter sido o autor de pelo menos três crimes de incêndio florestal em Silves, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a PJ adiantou que o detido, de 37 anos, terá ateado os fogos entre junho e julho em zonas de mato e árvores do concelho de Silves.

O homem vai agora ser presente a primeiro interrogatório para a eventual aplicação de medidas de coação.

Também hoje, a PJ deteve uma mulher suspeita de atear o incêndio florestal de grandes dimensões que deflagrou no domingo no concelho de Castelo Branco e que ainda se mantém ativo, afetando igualmente o município de Vila Velha de Ródão.

A mulher, de 50 anos e doméstica, foi detida com a colaboração da GNR, por suspeita de “um crime de incêndio florestal em terreno povoado por pasto seco e pinheiros, com utilização de isqueiro”.

Este ano, a Polícia Judiciária já deteve 41 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.

Verifique também

Polícia Marítima recupera embarcações furtadas em Olhão

Duas embarcações de recreio que tinham sido furtadas na semana passada, na zona portuária em …