Pub

O homem, de 47 anos, é suspeito de ter morto a tiro de espingarda a proprietária e o segurança do estabelecimento “Hospedaria Rita”, que alegadamente funcionaria como casa de alterne.

De acordo com a PJ, que agiu em colaboração com a GNR de Castro Marim e de Vila Real de Santo António, o suspeito é ouvido hoje pelo tribunal.

A investigação terá permitido recolher meios de prova que ligavam o suspeito ao crime, nomeadamente a arma utilizada.

Lusa

Pub