Pub

De acordo com a Polícia Judiciária, foram identificadas e detidas, na passada sexta-feira, “cinco pessoas, três homens e duas mulheres, pela presumível prática de burla qualificada e outros crimes conexos”.

Na altura da detenção, os cinco suspeitos já tinham vendido de forma fraudulenta 35 peças, tendo depois a PJ conseguido apreender outras 49 que estes tinham em sua posse.

Os detidos, com idades compreendidas entre os 19 e os 39 anos, vão agora ser sujeitos a interrogatório judicial para a aplicação das medidas de coação adequadas.

Liliana Lourencinho com Lusa
Pub