Pub

O Presidente da República designou a cidade de Faro como sede das comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, depois de Santarém, no ano passado, Viana do Castelo (2008), Setúbal (2007) e Porto (2006).

Em conferência de imprensa realizada hoje, o presidente da Câmara de Faro enumerou o conjunto de eventos previstos para decorrer na cidade durante esses dias, cujo objetivo é envolver toda a população.

Assim, além das comemorações oficiais, os habitantes da cidade poderão, entre 05 e 12 de junho, participar numa série de eventos, entre os quais uma exposição militar, que estará patente no Jardim Manuel Bívar.

No local da exposição será possível fazer actividades como "slide", subidas a balões de ar quente, participar em sessões de simulação de voos ou espreitar de perto o arsenal de guerra usado pelas forças militares portuguesas.

A Presidência da República está também a organizar outra exposição dedicada aos presidentes da República e seus fotógrafos, em local a anunciar, sendo certo que será realizada no centro da cidade.

Apesar da "festa" durar cerca de uma semana, os momentos altos concentram-se nos dias 09 e 10 de junho, explicou o presidente da Câmara de Faro, sublinhando que os terrenos onde decorrerão as cerimónias já estão a ser preparados.

No dia 09, as comemorações arrancam com o içar da bandeira na Câmara de Faro, seguida de uma sessão solene de boas vindas e da inauguração da exposição oferecida pela Presidência da República.

O dia encerra com um banquete oferecido pela presidência e com concertos das bandas das Forças Armadas, disse Macário Correia, acrescentando querer associar a população aos festejos paralelos às cerimónias oficiais.

Nesse mesmo dia, serão apresentados durante a tarde os cumprimentos do corpo diplomático com representação em Portugal mas também no estrangeiro, com personalidades oriundas de cerca de 200 países.

O ponto alto das comemorações concentra-se no dia 10 e abre com uma cerimónia militar na Horta das Figuras, na qual desfilarão as tropas ativas e pela primeira vez, segundo Macário Correia, os antigos combatentes, que nunca antes participaram neste evento.

Segue-se uma sessão solene no Teatro das Figuras, durante a qual o Presidente da República fará uma comunicação aos portugueses e agraciará diversas personalidades com ordens honoríficas.

As comemorações oficiais encerram com um almoço oferecido pela Câmara de Faro nos claustros da Escola de Hotelaria e Turismo do Algarve (EHTA), em Faro.

Lusa

Pub