Pub

Oriundos dos vários agrupamentos região do Algarve, os pequenos escuteiros acantonaram desde sábado (dia 8) de manhã na Escola EB 2.3 Dr. Joaquim Magalhães, para aquela atividade que teve como imaginário “O Lobo Ibérico” e como lema “O lobo vamos conhecer… e na amizade crescer!!!”, procurando sensibilizar os participantes para a urgência da preservação daquela espécie em vias de extinção.

Este objetivo foi ainda reforçado pela realização de uma exposição oriunda de Lisboa, que esteve patente ao longo do fim de semana, promovida pelo Grupo Lobo, uma associação não-governamental sem fins lucrativos que trabalha a favor da conservação do lobo e do seu ecossistema em Portugal.

No primeiro dia, após o acolhimento, os Lobitos assistiram à projeção do filme “À Descoberta do Lobo Ibérico” e de seguida à demonstração do grupo cinotécnico da PSP de Faro na qual cães e treinadores realizaram exercícios, simulações de deteção de substâncias e engenhos e captura de criminosos.

Após o almoço, os pequenos escutas realizaram diversos jogos relacionados, numa espécie de gincana, a maioria dos quais também relacionados com o lobo ibérico. Entre essas atividades contou-se a descoberta de pegadas de lobo e a obtenção do seu negativo em gesso.

A tarde continuou com a preparação do Fogo de Conselho da noite que contou com atuações relacionadas com o patrono ou com o imaginário da atividade.

No domingo, realizou-se um "Grande Jogo" após a oração da manhã e, depois do almoço, teve lugar na Sé de Faro a celebração da Eucaristia, presidida pelo padre António de Freitas, assistente regional do CNE.

Samuel Mendonça

Pub