Pub

A Igreja Católica vai celebrar de 26 de abril a 3 de maio a Semana de Oração pelas Vocações Consagradas, uma iniciativa anual que em 2020 decorre num contexto inédito, por causa da pandemia de Covid-19.

O Secretariado Diocesano da Pastoral Vocacional e o Seminário de São José de Faro, que se uniram para assinalar a iniciativa na Diocese do Algarve, realçam esse “tempo singular e invulgar” da história e também da vida em Igreja. “Foram grandes e profundas as mudanças a que todos fomos sujeitos. Estamos impedidos de nos reunirmos, de rezar juntos presencialmente, de nos encontrarmos para refletir, entre outros. Mas isto não pode ser impedimento para continuarmos a viver e a celebrar a nossa fé e as datas da vida da Igreja, ainda que de modos diferentes daqueles a que estávamos acostumados”, referem na introdução à proposta de ação online para a celebração da semana em causa.

“Este é um tempo difícil, mas que com sabedoria e a Graça de Deus, pode ser transformado também numa oportunidade para nos recriarmos no nosso modo de ser e viver em Igreja, abrindo-nos à Criatividade do Espírito”, acrescentam as entidades promotoras, evidenciando a finalidade da programação preparada. “Somos convidados a rezar pelas várias vocações, sem deixar de elevar a Deus a nossa gratidão por tantas vocações que enriquecem a nossa Igreja e que são expressão de Cristo Ressuscitado que iluminam no nosso mundo”, destacam, considerando que a iniciativa constitui um “verdadeiro desafio” e “sobretudo um convite à missão” para que façam a “Igreja presente no meio das casas dos homens e mulheres” do tempo atual, “testemunhando a presença de Jesus em todas as situações de vida”.

Assim sendo, a proposta diocesana para a celebração da Semana de Oração pelas Vocações Consagradas, que valoriza a oração pessoal e familiar, arranca amanhã, 25 de abril, à tarde, com a divulgação na internet de uma mensagem em vídeo do padre António de Freitas, diretor Secretariado Diocesano da Pastoral Vocacional e reitor do Seminário de São José de Faro.

No domingo, 26 de abril, terá lugar, pelas 21h, na capela do Seminário uma vigília de oração pelas vocações com transmissão em direto.

De segunda a sexta-feira serão divulgados vídeos de testemunhos vivenciais das diversas dimensões vocacionais. A primeira será a vocação batismal à santidade (segunda-feira, 27 de abril) e os três intervenientes apresentarão a vivência dessa dimensão, ao nível da juventude, na profissão e, ao nível da vida adulta, em diversas missões, bem como na redescoberta e revalorização da fé e no consequente regresso à Igreja.

A vocação ao matrimónio (terça-feira, 28 de abril) será abordada a partir dos testemunhos de dois casais, um deles com filhos e vários anos de casamento e outro na condição oposta, e de uma mãe e avó em situação de viuvez.

A alusão à vocação ao ministério ordenado (quinta-feira, 30 de abril) será feita a partir dos testemunhos de um diácono permanente de dois sacerdotes, um com 25 anos de ordenação sacerdotal e outro ordenado há poucos anos.

A vocação à especial consagração (1 de maio) será testemunhada a partir da vida contemplativa, da vida ativa e da vida de uma leiga consagrada.

Na quarta-feira, 29 de abril, a proposta incide na reflexão sobre a mensagem do papa para a semana e na oração do terço em família preparada por uma delas, ambas divulgadas em vídeo.

No dia 2 de maio será realizada, pelas 21h, uma adoração ao Santíssimo Sacramento na capela do Seminário com transmissão em direto e o programa termina no dia 3 de maio com a celebração da eucaristia presidida pelo bispo do Algarve, pelas 11h, no Paço Episcopal de Faro com transmissão também em direto na internet.

Pub