Breves
Inicio | Igreja | Diocese do Algarve promove peregrinação a Roma no Ano Santo da Misericórdia

Diocese do Algarve promove peregrinação a Roma no Ano Santo da Misericórdia

Foto © Ricardo Rossi/im.va
Foto © Ricardo Rossi/im.va

A Diocese do Algarve vai promover uma peregrinação a Roma (Itália) por ocasião do Ano Santo Extraordinário da Misericórdia, proclamado pelo papa Francisco e que se está viver até novembro deste ano.

A peregrinação, presidida pelo bispo do Algarve, D. Manuel Quintas, realizar-se-á de 1 a 7 de setembro deste ano e, não obstante ser particularmente centrada na visita à cidade de Roma, incluirá uma passagem por Assis – pela evocação de São Francisco e do próprio papa Francisco –, e a Pompeia para visita das ruínas da cidade do tempo da Roma Antiga. Destaque ainda para a ida a Viterbo para visita do túmulo do único papa português, João XXI, e ao Monte Cassino, onde foi fundada a Ordem dos Beneditinos.

Assim, após o embarque no aeroporto de Faro e a viagem de avião até à capital italiana, os peregrinos serão alojados num hotel da cidade onde permanecerão durante toda a semana, seguindo-se de tarde, a visita com guia local à praça, basílica e catacumbas de São Pedro, no Vaticano.

O dia 2 de setembro será para visita, igualmente acompanhada por guia local, às basílicas de São Paulo Extra Muros, São João Latrão e batistério, Santa Maria Maior e de São Clemente e catacumbas de São Sebastião.

No dia 3 de setembro, os peregrinos sairão então com destino a Assis e passagem por Viterbo. Para além da visita da basílica e do túmulo de São Francisco, onde poderão admirar também os frescos de Giotto, visitarão ainda a basílica de Santa Clara, onde se encontra o crucifixo do discernimento de São Francisco e o túmulo e as relíquias de Santa Clara.

O quarto dia será um dos pontos altos da peregrinação com a participação na eucaristia do Jubileu dos Operadores e Voluntários da Misericórdia, prevista no programa do Ano Santo e presidida pelo papa Francisco na praça de São Pedro, no Vaticano. A parte da tarde será para visita ao Castelo de Sant’Angelo, ao Panteão, praça Navona e Fontana de Trevi.

No dia 5 de setembro, os peregrinos visitarão, acompanhados do guia local, os museus do Vaticano e a capela Sistina, o Coliseu, o Arco de Constantino, o Fórum Romano e a praça de Veneza.

No sexto dia, a peregrinação contempla a visita às ruínas de Pompeia com passagem pelo Monte Cassino, colina rochosa a cerca de 70 quilómetros de Roma onde São Bento de Nursia fundou a Ordem dos Beneditinos, num mosteiro que ainda hoje ali se pode visitar.

No último dia, os peregrinos participarão na Audiência Papal no Vaticano e, de tarde, na eucaristia na igreja de Santo António dos Portugueses, antes do embarque para regresso a Faro.

O valor da peregrinação, para um mínimo de 80 e um máximo de 100 participantes, em regime de pensão completa (incluídas todas as refeições), é de 1295 euros em quarto duplo, sendo o suplemento para quarto individual de mais 245 euros. Os interessados em participar deverão fazer a sua inscrição até ao dia 29 do próximo mês de fevereiro no balcão da agência que está a organizar a iniciativa, embora a data não seja limite se até lá não se conseguir reunir o número mínimo de participantes.

Verifique também

Portugal vai ter novo santo a 15 de outubro

O sacerdote português Ambrósio Francisco Ferro, morto no Brasil durante perseguições anticatólicas, do século XVII, …