Pub

A Associação Música XXI apresenta a 13.ª edição do Festival de Órgão do Algarve, em novembro, nas igrejas de Faro, Portimão, Loulé (Boliqueime) e Tavira.

“Treze anos a lembrarem-nos que estes instrumentos resistiram à passagem do tempo e hão de sobreviver-nos, orgulhosos e sós, no cimo do coro alto. Este ano não os poderíamos dececionar. Os tempos são difíceis, mas, se o pudessem, decerto sorririam com este pequeno contratempo no ano 2020”, refere a organização em nota de imprensa, explicando a realização em formato reduzido, “mas não menos digno”.

“Para nos ajudar a apreciar as melodias sempre jovens que soam destes vetustos instrumentos, convidámos este ano os organistas Pedro Monteiro, Beatriz Resendes, Rute Martins e João Vaz. De 6 de novembro até dia 28, sete concertos esperam por todos nós, com sons imortais interpretados por estes músicos virtuosos nos magníficos tubos dos órgãos”, prossegue o documento.

Pedro Monteiro

Com raízes no Algarve, Pedro Monteiro realizou os estudos musicais no Porto, Valladolid (Espanha) e Regensburg (Alemanha). Como organista, realiza concertos nos mais variados formatos, em Portugal e no estrangeiro. É professor na Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa – Porto.

 

Beatriz Resendes

Beatriz Resendes concluiu recentemente a licenciatura em órgão na Escola Superior de Música de Lisboa. Teve a oportunidade de participar em diversas masterclasses com professores de renome, bem como no Festival de Órgão de Haarlem (Holanda) em 2012 como Young Talent.

Rute Martins

Rute Martins tem realizado vários recitais a solo, com formações instrumentais, coros e orquestras, incluindo digressões pela Europa (Áustria, Hungria, Bélgica e Alemanha). É docente no Conservatório de Artes do Orfeão de Leiria e organista na Igreja Evangélica Alemã de Lisboa.

João Vaz

João Vaz realizou os estudos musicais em Lisboa, Saragoça (Espanha) e Évora. Mantém uma intensa atividade internacional, como concertista, docente ou membro de júri de concursos. Efetuou mais de uma dezena de gravações discográficas a solo. Leciona na Escola Superior de Música de Lisboa. É diretor artístico de festivais e séries de concertos e organista titular da Igreja de São Vicente de Fora.

Os concertos, sujeitos ao Plano de Contingência aprovado pela Autoridade de Saúde com lugares limitados nas respetivas igrejas, realizam-se às 21h, são de entrada livre (gratuita) e não carecem de reserva prévia.

O Festival de Órgão do Algarve 2020 conta com os apoios da Direção Regional de Cultura do Algarve e dos Municípios de Faro, Loulé, Portimão e Tavira, com o apoio à divulgação da Região de Turismo do Algarve e com os parceiros de comunicação Antena 2, Sul Informação e Rua FM. Conta ainda com a parceria da Diocese do Algarve, do Cabido da Sé de Faro, da Ordem do Carmo de Faro e das Paróquias de Portimão, Boliqueime e Tavira.

Cartaz
Pub