Pub

Os homens foram intercetados durante a madrugada, quando se preparavam para abandonar o local numa viatura de mercadorias, com o cadáver do animal, de acordo com a mesma fonte.

A GNR apreendeu a viatura, uma carabina de caça grossa, sete munições para a arma e uma mira telescópica com visor noturno.

Além de não estarem autorizados a entrar na reserva, este não é o período definido por lei para a caça a esta espécie, acrescentou a GNR.

Os homens foram detidos na sequência de uma ação de vigilância de militares do Núcleo de Proteção Ambiental do destacamento de Silves, que ouviram um disparo.

Os detidos, de 31 e 37 anos, vão ser hoje presentes ao tribunal de Silves.

O veado foi doado a uma instituição social da zona.

Lusa

Pub