Pub

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um casal, em Albufeira, suspeito de burla agravada com a venda de um imóvel e detenção de arma proibida, anunciou hoje a polícia.

O detido, de 33 anos, está indiciado por um crime de burla agravada, no âmbito de um negócio de compra e venda de um imóvel, tendo recebido 70 mil euros e recusado realizar a respetiva escritura.

O arguido conseguiu que o comprador lhe “entregasse a quantia em notas por conta do preço do imóvel, alegando que necessitava de se ausentar urgentemente do país, mas no dia da escritura, instruiu um seu representante para que não assinasse, dando como justificação que o preço não estava integralmente pago, uma vez que nunca teria recebido a sobredita quantia”, indicou a PJ em comunicado.

Durante a busca à casa do arguido, a polícia apreendeu uma pistola de calibre 6,35 milímetros transformada, alegadamente pertencente à sua companheira, uma mulher de 22 anos, que foi também detida.

Pub