Pub

“Estou muito contente, porque tem sido um trabalho estratégico de há muitos anos e que agora temos a confirmação de que é necessário valorizar a polpa da alfarroba, o produto mais barato da alfarroba que é vendida a 120 euros a tonelada”, disse hoje à Lusa o proprietário da empresa vencedora e vice-presidente da Associação Interprofissional para o Desenvolvimento da Produção e Valorização da Alfarroba (AIDA), Manuel Caetano.

O projeto “Valor Alfa”, que desenvolveu uma estratégia de valorização da polpa de alfarroba para o mercado de alimentação humana, tem o como objetivo "produzir poliferois a partir da polpa de alfarroba e ajudar a combater o cancro e a reduzir o colesterol por exemplo", explicou o “mister alfarroba”, como Manuel Caetano é também conhecido no setor por estar ligado há vários anos à transformação deste fruto seco.

Produzir fibras alimentares ou o manitol, utilizado na indústria farmacêutica, a partir da polpa de alfarroba é outro dos conceitos do projeto “Valor Alfa”, uma investigação desenvolvida pela Instituto Superior Técnico, o Instituto Nacional de Engenharia, Tecnologia e Inovação (INETI), a Industrial Farense e a empresa Chorondo & Filhos.

A aplicação da investigação está agora dependente do interesse dos privados, acrescentou.

O projeto “Limpar Portugal” e “Óbidos Solar” foram os grandes vencedores da terceira edição dos Green Project Awards.

Os prémios foram entregues na quarta-feira na Culturgest, em Lisboa, numa cerimónia presidida pela ministra do Ambiente e do Ordenamento do Território, Dulce Pássaro.

Na terceira edição dos Green Project Awards, iniciativa organizada pela Agência Portuguesa do Ambiente, Quercus e GCI, foram a concurso um total de 87 projetos.

As candidaturas para 2011 arrancam em março e destinam-se a empresas, organizações não-governamentais e associações, estabelecimentos de ensino e de investigação, administração pública e local, gabinetes de projeto e grupos de comunicação, associações e cidadãos em nome individual.

Lançado em 2008, os Green Project Awards têm vindo a distinguir projetos que dão um contributo relevante para o desenvolvimento sustentável.

Lusa

Pub