Pub

Rodrigo

O corpo do jovem de 15 anos que estava desaparecido desde 22 de fevereiro, no concelho de Lagoa, foi hoje encontrado nos arredores da sua habitação, disse à Lusa fonte da Polícia Judiciária de Portimão.

Também o porta-voz da Guarda Nacional Republicana (GNR), major Marco Cruz, confirmou à agência Lusa que o corpo do jovem de 15 anos desaparecido em Portimão foi encontrado hoje de manhã, depois de as televisões nacionais avançarem com a notícia.

“O corpo do jovem foi encontrado às 09:15 nas imediações da casa onde vivia, por um militar da GNR que ajudava a PJ nas buscas”, adiantou a mesma fonte.

O porta-voz da GNR remeteu mais informações para a PJ, que tem a investigação do caso.

De acordo com o jornal Correio da Manhã, Rodrigo Lapa vivia com a mãe, Célia Barreto, o padrasto e uma irmã bebé, em Portimão, e encontrava-se desaparecido desde segunda-feira da semana passada, depois de ter, alegadamente, apanhado o autocarro para ir para a escola, em Estômbar.

A PJ esteve na segunda-feira a fazer diversas perícias na residência de Rodrigo e em alguns terrenos nas proximidades da habitação onde a terra foi remexida recentemente, de acordo com a edição de hoje do Correio da Manhã.

Ainda segundo o diário, a PJ levou de casa do jovem a bicicleta de Rodrigo, que teria um pneu furado, o que o terá levado a caminhar pela zona ribeirinha de Portimão para aí apanhar o autocarro até à escola em Estômbar, já no concelho de Lagoa, segundo relatou a mãe ao jornal.

Apesar das diligências da PJ para encontrar, essencialmente, um corpo, os investigadores da judiciária não descartavam a hipótese do menor estar vivo e de ter fugido de casa de forma intencional, adiantou a mãe de Rodrigo ao jornal.

O padrasto do menor viajou para o Brasil no dia do desaparecimento de Rodrigo, tendo o facto sido considerado suspeito pela PJ, de acordo com o diário.

O homem, de nacionalidade brasileira, já terá sido contactado telefonicamente pelos investigadores, de acordo com o Correio da Manhã, tendo aceitado colaborar.

Segundo o jornal, as primeiras buscas para encontrar o jovem foram feitas com cães da GNR logo após ter sido dado o alarme do desaparecimento.

Na segunda-feira, a PJ usou um helicóptero para ajudar nas buscas, tendo, inclusive, as margens do rio Arade até às Fontes de Estômbar sido inspecionadas, além do caminho normalmente utilizado pelo jovem sido batido pelas autoridades.

 

Pub