Pub

O grupo da pastoral profética foi orientado pelo coordenador daquele departamento, o cónego José Pedro Martins, que fez referência à natureza e objetivos do mesmo, seguindo-se a apresentação dos programas de alguns secretariados e setores que o compõem. Pastoral da Família, Pastoral Juvenil, Animação Missionária, Catequese da Infância e Adolescência e Catequese de Adultos explicaram o que se pretendia com cada um destes serviços e quais as ações programadas para o presente ano.

O grupo da pastoral litúrgica foi orientado pelo padre Carlos de Aquino, coordenador daquele departamento, tendo sido apresentada a sua nova composição. Explicou-se o fundamento deste serviço e a sua importância na vida da Igreja e chamou-se a atenção para uma leitura pejorativa que, por vezes, lhe está associada, no sentido de considerar a Igreja demasiado litúrgica quando o desafio emergente parece ser a evangelização ou a caridade. Fez-se, por isso, notar que a liturgia é o “coração, cume e fonte” e está no centro de toda a ação da Igreja.

Destacou-se ainda a importância da formação dos que exercem funções nesta área e anunciou-se as várias ações que, durante o ano, vão decorrer com essa finalidade.

O grupo da pastoral social foi orientado pelo coordenador daquele departamento, o padre Joel Teixeira, que apresentou a sua nova organização e se deteve na missão de cada secretariado que o compõe. O sacerdote referiu-se às quatro características essenciais para quem trabalha nesta área – serviço, compaixão, humildade e sacrifício –, explicitando a relação de cada uma com o serviço social, e evidenciou a atualidade daquele departamento face à crise que estamos a viver.

O sacerdote apresentou ainda as atividades programadas por aquele serviço, assim como o recente documento da Comissão Episcopal da Pastoral Social, intitulado “Serviços paroquiais de ação social para uma cultura da dádiva”.

O grupo da pastoral ministerial/vocacional foi orientado pelo padre Firmino Ferro, coordenador daquele departamento da pastoral da Diocese do Algarve, que apresentou os quatro secretariados que o compõem, referindo-se concretamente ao Secretariado para o Clero, do qual é também diretor

O padre Pedro Manuel, diretor do Secretariado da Pastoral Vocacional, salientou a preocupação daquele serviço em ajudar os jovens a discernir a sua vocação batismal e classificou a pastoral vocacional como a “pastoral da transversalidade”, pela sua presença em todas as áreas da ação pastoral paroquial.

Foi ainda feita uma angariação de animadores para a pastoral vocacional e apresentado o programa daquele secretariado, assim como o programa do Pré-seminário.

A reunião contou ainda com uma intervenção da irmã Rosa Larisma, do Secretariado Regional da CIRP – Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal que representa o Secretariado para os Institutos de Vida Consagrada, que apresentou as atividades daquela organização.

Samuel Mendonça

Pub