Pub

No dia 24 de março as associações académicas do país entregaram na Assembleia da República uma petição com mais de 4000 assinaturas a pedir a suspensão do Regime de Prescrição para que possa ser revisto e uniformizado em todas as instituições.

"Iremos em sede de ENDA, com todas as associações de estudantes e académicas do país aqui representadas, elaborar propostas concretas para melhorar o Regime de Prescrições e para apresentar a nossa proposta ao Ministério [do Ensino Superior]", adiantou o presidente da Academia da Universidade do Algarve, Guilherme Portada.

O Regime de Prescrições (limite de matrículas para concluir um curso) existe com base em haver ou não sucesso escolar, mas segundo o presidente da Associação Académica da UAlg é urgente definir "concretamente aquilo que é, ou não, o sucesso escolar, o que não está bem definido na legislação".

Guilherme Portada referiu que no ENDA, encontro de estudantes promovido pela Associação Académica da Universidade do Algarve e que decorre entre hoje e domingo em Faro, vai também discutir-se num plenário o emprego para os recém licenciados.

A acção social indireta e o regulamento para atribuição de bolsas, o estatuto do trabalhador-estudante e a agência de avaliação e acreditação de instituições de Ensino Superior são outros pontos que o ENDA pretende abordar.

O ENDA é um encontro nacional ordinário de associações académicas e associações de estudantes do Ensino Superior de todo o país e que este ano vai decorrer nas instalações da UAlg, no Campus das Gambelas, onde são esperados entre 150 a 200 estudantes e dirigentes associativos.

A organização deste encontro foi atribuída à academia da Universidade do Algarve no último ENDA ordinário que teve lugar no Minho, em janeiro deste ano.

Lusa

Pub