Pub

A iniciativa foi organizada pela Junta Regional do Algarve do Corpo Nacional de Escutas (CNE), através do Departamento da II Secção, e contou também com o apoio do Agrupamento 1009 Paderne e da Junta de Freguesia local.

Sob o imaginário do filme “Uma vida de inseto”, cerca de 500 Exploradores e Moços (escuteiros dos 10 aos 14 anos, respetivamente dos ramos terrestre e marítimo do CNE), auxiliados por 70 dirigentes, participaram neste encontro, onde puderam celebrar o patrono mundial do Escutismo – São Jorge – aprender mais sobre o escutismo e desenvolver práticas e métodos de técnica escutista e vida em campo, e criar laços de amizade e partilha entre escuteiros de toda a região.

Recorde-se que São Jorge, anteriormente à reestruturação do programa educativo daquele movimento, era também o patrono de Exploradores e Moços. Atualmente, estes escuteiros passaram a ter como patrono principal São Tiago, mas, no Algarve, a comemoração do Dia da II Secção manteve-se no Dia de São Jorge, uma vez que São Tiago se comemora em julho e nessa altura a maioria dos efetivos dos agrupamentos algarvios estão desmobilizados.

No dia 27 de abril, após montagem de campo e abertura oficial da actividade, os participantes efetuaram um raide para testar os seus conhecimentos e aprender mais através dos ateliês e das provas previstas nos postos assinalados, que consistiram em formação sobre técnicas de orientação, nós e amarrações, socorrismo, entre outros.

O dia terminaria com o fogo de conselho à noite, local de partilha, convívio e animação, e um jogo noturno, do género “Assalto ao Castelo e defesa da Bandeira”.

O dia 28 de abril foi preenchido por uma atividade de caráter ambiental, na qual Exploradores e Moços tiveram de construir, em conjunto, uma ave gigante exclusivamente com materiais recicláveis, para incentivar à prática da reciclagem, reparação de resíduos e consciência ambiental.

A eucaristia, celebrada nesse mesmo dia pelo assistente regional, o padre António Freitas, contou com a presença do chefe regional do Algarve, José João Cercas, e do presidente da Câmara Municipal de Albufeira, Carlos Rôlo.

Redação com Ricardo Martins

Pub