Pub

Na Semana Santa, em período de férias escolares, a Flotilha e a Equipagem realizaram um acampamento em Benagil, na “Casa do Escuteiro” (antiga escola primária de Alfanzina), gerida pelo núcleo de Lagoa da Fraternidade Nun´Álvares, um lugar de grandes afectos para os marítimos de Carvoeiro, onde os seus primeiros elementos fizeram a investidura escutista em Junho de 2008.

Neste acampamento, denominado “Acampáscoa”, com o lema “Viver o Escutismo – celebrar a Páscoa”, onde se destacou a instrução escutista e a reflexão espiritual, 20 moços e marinheiros, sob a orientação de quatro dirigentes, partilharam dias de verdadeira amizade e entreajuda, em “espírito de patrulha”.

Ateliers e trabalhos sobre pioneirismo, orientação (diurna e nocturna), instrução marítima, vida em campo, história do escutismo e patronos do escutismo, marcaram parte da actividade. Entre outros trabalhos, os escuteiros aprenderam a fazer as suas próprias bússolas, de um modo simples e eficaz, bem elaboradas e devidamente orientadas.

Na noite de Sexta-Feira Santa, ao redor da fogueira, foram debatidos temas como vida em comunidade, Semana Santa e Páscoa do Senhor.

No Sábado de manhã, a caminhada até Benagil e as actividades de praia foram outros momentos altos do Acampamento.

Aliando o aspecto lúdico ao didáctico, os aspirantes a escuteiros do Agrupamento 1331 deram mais um passo no seu progresso e na preparação das suas promessas de investidura, orientados pela equipa de animação do Agrupamento e com a camaradagem dos elementos já investidos, que também evoluiriam nas suas provas de progresso e competência.

Na noite de Sábado de Aleluia, uma das aspirantes a Moça foi baptizada na igreja matriz de Lagoa.

No dia seguinte, Domingo de Páscoa, todo o Agrupamento esteve presente na celebração eucarística na capela de Nossa Senhora da Encarnação de Carvoeiro.

Pub