Pub

O gabinete do eurodeputado Nuno Melo informou hoje que a Comissão Europeia está a “acompanhar de perto” o caso da Lagoa dos Salgados, no Algarve, e que já pediu esclarecimentos às autoridades portuguesas.

Em comunicado, a mesma fonte refere que o eurodeputado português foi informado na segunda-feira pela Comissão Europeia de que estaria a acompanhar o caso, após uma interpelação do parlamentar, em novembro.

Para a zona da Lagoa dos Salgados, entre Silves e Albufeira, está previsto um projeto turístico de grande dimensão que, anunciou na terça-feira o Governo, vai ser submetido a Avaliação de Impacte Ambiental (AIA).

A atual legislação prevê que por decisão de membros do Governo possa existir uma AIA para casos de intervenções não contemplados na lei, em função da sua localização, dimensão ou natureza.

O projeto turístico em causa, localizado na Praia Grande, nas zonas limítrofes da Lagoa dos Salgados, prevê uma capacidade de alojamento de quatro mil camas, com a construção de três hotéis de quatro e cinco estrelas, dois aldeamentos turísticos e um campo de golfe de 18 buracos.

A Lagoa dos Salgados serve de habitat e zona de nidificação para dezenas de espécies classificadas de aves, algumas com interesse comunitário e outras com estatuto de conservação prioritário.

Na terça-feira, a Plataforma dos Amigos da Lagoa dos Salgados entregou à tutela uma petição, com mais de 20 mil assinaturas, contra o projeto previsto para aquela zona.

Lusa

Pub