Pub

A exposição “Dez monumentais esculturas britânicas” reúne obras da coleção Berardo executadas por escultores contemporâneos nos séculos XX e XXI e que pela primeira vez são expostas em conjunto no País.

Um “templo” dominado por uma figura feminina, a silhueta de uma mulher com sete metros a olhar para trás ou um corredor entre dois muros de aço onde é possível ouvir sons da natureza são algumas das obras da exposição inaugurada hoje.

Segundo disse à Lusa o coordenador da exposição, Pedro Aguilar, a mostra de peças de larga escala é pouco comum em Portugal, não havendo habitualmente espaços públicos com esculturas de tão grande dimensão.

Para fazê-las chegar ao Algarve foram necessários três camiões TIR e a montagem das esculturas tem causado algum aparato, conta, já que para além de serem necessárias gruas e guindastes, as peças tiveram que ser montadas no exterior do campo.

A exposição, patente até setembro de 2011, quer cativar não só os residentes como os turistas que ainda virão na época baixa ao Algarve e aqueles que ainda estão para vir no próximo verão.

Lusa

Pub