Pub

Cavaco Silva nomeou António Barreto como presidente da Comissão Organizadora das Comemorações.

A Câmara de Faro já veio afirmar que a decisão “enche de orgulho a cidade e o Algarve”, uma vez que a iniciativa acontece pela primeira vez no Algarve. A autarquia lembra que “durante os dias 9 e 10 de Junho próximo uma dezena de actos de Estado darão a Faro o cunho e a grandeza que o orgulho patriótico em todos suscita”.

Os órgãos de soberania da República portuguesa, o corpo diplomático, as altas patentes militares, as ordens honoríficas e distintos cidadãos do maior relevo nacional estarão em Faro.

Nos dias anteriores terão lugar algumas festas e eventos com a participação de bandas militares e outros actos que a seu tempo serão divulgadas.

A recepção no salão nobre dos Paços do Concelho, o banquete oficial, o desfile militar, a condecoração de individualidades e outros acontecimentos marcarão a cidade, nos seus lugares mais históricos e simbólicos.

A Câmara de Faro explica que “serão envolvidas as escolas, os artistas e as associações culturais, no espírito das comemorações, havendo lugar para o contributo de todos, o que se deseja e desde já se agradece”.

A partir de agora uma equipa da Câmara Municipal irá trabalhar em estreita colaboração com o Palácio de Belém apoiando o delinear do programa definitivo.

Pub