Inicio | Ambiente | Faro e Olhão com nova ETAR intermunicipal em investimento de mais de 21 milhões de euros

Faro e Olhão com nova ETAR intermunicipal em investimento de mais de 21 milhões de euros

Os concelhos de Faro e Olhão vão passar a dispor de uma Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) Intermunicipal, que permitirá receber águas que até aqui eram tratadas em estações já subdimensionadas, anunciou a empresa Águas do Algarve.

A ETAR Intermunicipal de Faro Olhão e Sistema Elevatório vão ser inaugurados na quarta-feira e representam um investimento que “ultrapassa os 21 milhões de euros”, financiado pelo Fundo de Coesão, no âmbito do Programa Operacional Temático Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), precisou Teresa Fernandes, porta-voz da empresa.

A mesma fonte sublinhou que, até à construção desta ETAR intermunicipal, “parte significativa das águas residuais geradas na cidade de Faro eram tratadas na antiga ETAR de Faro Nascente”, enquanto outra “parte significativa das águas residuais produzidas na cidade de Olhão eram tratadas na ETAR de Olhão Poente”.

A nova ETAR está projetada para tratar as águas residuais de uma população de cerca de 113.000 habitantes e dispõe das “mais recentes tecnologias”, refere a mesma fonte, acrescentando que foi feito um “esforço acrescido” para ampliar a obra de modo a integrar as afluências dos aglomerados populacionais de Estoi, Conceição, São Brás de Alportel e zona poente de Olhão.

A nova estrutura permitirá desativar os sistemas de lagunagem das ETAR de Faro Nascente e Olhão Poente, contribuindo para a “melhoria global do ambiente” nessas áreas, já que as antigas instalações de tratamento “emanavam um odor muito ativo, em certas épocas do ano, penalizando os estabelecimentos hoteleiros e habitações construídas nas proximidades das mesmas”.

As antigas infraestruturas de tratamento encontravam-se “subdimensionadas face às condições de afluência, assentando em sistemas de lagunagem, que se revelavam desadequados face aos níveis de qualidade agora exigidos para o efluente tratado a descarregar no meio recetor, nomeadamente a Ria Formosa”.

“Tratam-se de investimentos na região que irão contribuir para uma melhoria significativa da qualidade de vida da população algarvia e do meio ambiente na sua globalidade”, concluiu a mesma fonte.

A inauguração da nova ETAR contará com a participação do Ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes, e do Secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins.

A par da nova ETAR Intermunicipal Faro-Olhão, a Águas do Algarve anunciou também um investimento de 3,8 milhões de euros na empreitada de reabilitação das Estações Elevatórias de Águas Residuais (EEAR) de Faro e de Olhão.

Verifique também

Primeira Área Marinha Protegida de Interesse Comunitário do país planeada para Armação de Pêra

Armação de Pêra deverá ter a primeira Área Marinha Protegida de Interesse Comunitário em Portugal, …

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.