Breves
Inicio | Economia | Turismo | Faro e Verona começam a ter ligação aérea direta em junho de 2018

Faro e Verona começam a ter ligação aérea direta em junho de 2018

O Algarve vai ter, a partir de junho de 2018, a primeira ligação aérea direta entre Faro e Verona, em Itália, anunciou a Associação de Turismo do Algarve, qualificando a rota como “estratégica” por servir um mercado em crescimento.

A ligação direta entre o aeroporto de Faro e Verona vai ter periodicidade semanal, de junho a setembro, e é justificada pela Associação de Turismo do Algarve (ATA) com “a tendência de crescimento dos indicadores turísticos do mercado italiano registada na região, em termos de visitantes, mas também ao nível do turismo residencial”.

O voo será operado pela companhia aérea Volotea e representa, “até ao momento, a única ligação direta entre a região [do Algarve] e o mercado italiano”, frisou a ATA num comunicado, sublinhando o “caráter estratégico” desta ligação aérea que vai permitir disponibilizar 5.400 lugares durante os quatro meses da operação.

“A Itália é um mercado que tem apresentado nos últimos anos valores de crescimento interessantes – em 2016 foram registadas perto de 108 mil dormidas de turistas italianos no Algarve -, pelo que consideramos este um mercado de aposta e de relevância estratégica para a região”, afirmou Dora Coelho, diretora executiva da ATA, citada num comunicado da agência, que é a responsável pela promoção turística da região junto dos mercados externos.

Realçando também o seu contributo para estabelecer a nova rota aérea, que começará a ligar Faro e Verona a 06 de junho próximo, a ATA salientou “o aumento significativo de turistas italianos que estão a escolher o Algarve como destino de turismo residencial” e para “viver durante parte do ano”.

“A criação de uma ligação aérea direta ao Algarve terá, com certeza, uma influência no crescimento desta tendência”, considerou ainda Dora Coelho, frisando que esta rota constitui “um desafio estimulante para a região tendo em vista a reconquista deste mercado”, depois de, na década de 1990, o Algarve ter recebido 20 mil passageiros anuais provenientes de Itália em ligações que foram depois interrompidas.

Por seu turno, a companhia aérea Volotea classificou o Algarve como um destino com “grande fascínio e ‘appeal’ turístico” para justificar o investimento na rota entre Faro e Verona, cuja frequência semanal, entre junho e setembro, disponibilizará 5.400 lugares, referiu ainda a ATA.

Verifique também

Ocupação hoteleira no Algarve cai para 45,3% em novembro

O Algarve registou em novembro uma taxa de ocupação hoteleira de 45,3%, menos 1,8 pontos …