Pub

Foto © Samuel Mendonça

O selecionador nacional de futebol destaca que a vinda do papa Francisco reforça o reconhecimento que a Igreja tem por Fátima.

“Acho que o que mostra a vinda do papa Francisco, como de todos os outros, é o reconhecimento da Igreja em relação à Cova da Iria”, afirmou Fernando Santos em declarações ao Folha do Domingo, à margem de uma palestra que apresentou na passada quinta-feira em Faro, lembrando, não obstante, que os acontecimentos de Fátima não são um dogma de fé.

“Há um reconhecimento de que Maria, Mãe de Deus, esteve em Fátima, apareceu aos pastorinhos e teve uma mensagem para lhes transmitir”, prosseguiu.

O treinador de futebol campeão da Europa realça ainda que a visita mostra “a relação do papa com Maria”, considerando que Francisco “vem como peregrino”. “Isso é que é a questão central”, acrescentou.

A palestra de Fernando Santos foi promovida pelo núcleo do Algarve da ACEGE – Associação Cristã de Empresários e Gestores.

Pub