Pub

A festividade juntou centenas de populares na celebração em tributo à obra evangelizadora e testemunho do mártir por terras orientais. Para além da exposição sobre a sua vida e obra no Museu de Arte Sacra, a igreja matriz acolheu a Eucaristia, seguida da tradicional procissão pelas ruas da cidade.

Jovens e crianças da catequese paroquial realizaram uma representação teatral no Largo de São Sebastião, em frente da ermida, a evocar a vida do Beato Vicente.

Com o cair da noite, foram vários os artistas portugueses a desfilar pelo palco da Praça dos Pescadores, no encerramento das festividades que este ano foram este ano foram celebradas em simultaneo com as Festas do Pescador, desde o dia 3 de Setembro. A noite de dia 5 ficou marcada pela actuação dos Anjos, tendo a noite de dia 3 sido dedicada à música tradicional, com o grupo Al-Buhera e, o dia 4 ao Folclore. Ranchos de vários pontos do país exibiram os usos e costumes de cada localidade através dos trajes, danças e cantares típicos.

À meia-noite, uma sessão de fogo-de-artifício iluminou o céu da cidade, marcando o encerramento de ambos os eventos.

Pub