Breves
Inicio | Cultura | Festival Caótica promete três dias de animação para famílias, em Loulé

Festival Caótica promete três dias de animação para famílias, em Loulé

Festival_caoticaA cidade de Loulé vai receber durante os próximos três dias um festival destinado a crianças e famílias, que inclui espetáculos de teatro, música, a exibição de curtas-metragens e ainda uma oficina de palavras e canto.

Em comunicado, a Câmara de Loulé adianta que os espetáculos inseridos no Festival Caótica, que decorre de sexta-feira a domingo, serão apresentados em dois locais, no Cine-Teatro Louletano e no Museu Municipal, na Alcaidaria do Castelo de Loulé.

De acordo com os produtores do festival, a Companhia Caótica, que organiza o evento em parceria com a Câmara de Loulé, além dos espetáculos, oficinas e filmes, será realizado um encontro internacional com enfoque no tema criação artística para a infância.

O festival arranca com o espetáculo “O Grande Teatro Mecânico”, pela companhia francesa L’Echelle, que terá lugar no Museu Municipal de Loulé, com sessões de manhã e de tarde, repetindo no sábado e no domingo.

O espetáculo, para maiores de seis anos e que retrata um teatro à italiana em miniatura, tem a duração de 20 minutos e lotação limitada a dez pessoas, pelo que é necessário reservar lugar.

No primeiro dia do evento será também apresentado o espetáculo “Na barriga”, da companhia Caótica, no Cine-Teatro Louletano, onde será recriado um útero, numa tenda, para mostrar o que se passa numa barriga gigante, espetáculo que é repetido no sábado.

Na sexta, sábado e domingo haverá ainda sessões contínuas de curtas-metragens de animação e ficção, no Museu Municipal, com entrada livre para maiores de seis anos.

No sábado, está prevista a realização, no Museu Municipal de Loulé, de um encontro internacional entre artistas, programadores e outros agentes culturais, onde se pretende cruzar experiências sobre a criação de espetáculos para todos os públicos.

Haverá também uma oficina coral de palavras e canto com Margarida Mestre, igualmente no museu, cuja participação é livre para crianças e adultos e que inclui um micro-concerto para apresentar o trabalho realizado durante a oficina.

Na noite de sábado, o museu recebe o espetáculo musical “Salto Vocale”, pelo belga Bernard Massuir, que mistura a música às artes de rua, num espetáculo com entrada livre e que tem a duração de 70 minutos.

No domingo, é apresentada no Cine-Teatro Louletano a peça “Nana Nana”, por Carla Galvão e Fernando Mota, com a duração de 23 minutos e dirigida a bebés até aos três anos.

O evento encerra no Cine-Teatro Louletano com o espetáculo “A caminhada dos elefantes”, de Inês Barahona e Miguel Fragata, espetáculo que conta a história de um homem e de uma manada de elefantes que depois lhe vão prestar homenagem quando este morre.

Com duração de 50 minutos, o espetáculo é dirigido a crianças dos sete aos 11 anos e tem lotação limitada.

Os preços dos bilhetes são de dois euros para crianças e três para adultos.

Os bilhetes podem ser adquiridos no Cine-Teatro Louletano e caso sejam reservados têm que ser levantados 24 horas antes dos espetáculos.

Verifique também

Ornatos Violetas mostraram, em Faro, que ‘O Monstro’ ainda tem amigos

Milhares de fãs rumaram a Faro na sexta-feira, para assistir ao último concerto dos Ornatos …