Pub

Num curto comunicado, a Câmara de Tavira anunciou hoje o cancelamento, “por motivos alheios à autarquia”, do festival, que anualmente atrai milhares de pessoas.

Em declarações à agência Lusa, Manuel Augusto da Paz, presidente da Cooperativa de Viveiristas da Ria Formosa, entidade organizadora do evento, explicou que o mesmo “foi cancelado por falta de dinheiro, devido ao facto de a autarquia não se ter disponibilizado para apoiar financeiramente a organização”.

“Sem o apoio da edilidade não conseguimos reunir os cerca de 50 mil euros necessários à realização do festival”, justificou Manuel Augusto da Paz.

O dirigente lamentou “o cancelamento de um dos cartazes turísticos da região”, mas disse compreender a decisão da autarquia, “sustentada pela falta de verba disponível”.

“A falta de dinheiro para apoiar este tipo de eventos é um problema comum a muitas autarquias, neste momento difícil da economia portuguesa”, concluiu.

O Festival da Ostra era um dos dois festivais gastronómicos previstos para os próximos fins de semana no Algarve.

O Festival do Polvo está previsto realizar-se entre 28 e 31 de julho, em Santa Luzia (Tavira).

Lusa
Pub