Breves
Inicio | Cultura | Festival internacional com 15 espetáculos de música erudita no Algarve

Festival internacional com 15 espetáculos de música erudita no Algarve

A edição deste ano do Festival Internacional de Música do Algarve (FIMA) vai levar 15 espetáculos de música erudita a nove localidades algarvias, durante três meses, a partir de 02 de março, anunciou a organização.

O concerto inaugural caberá à soprano portuguesa Elisabete Matos, que se junta à Orquestra Clássica do Sul para interpretar “Os Sons do Destino”, num programa musical marcado por obras de Wagner e Tchaikovsky, no Cineteatro Louletano, em Loulé, a 02 de março.

O FIMA, que vai agora para a sua 33.ª edição, foi criado em 1977 e é um dos mais antigos festivais de música erudita do país, mas teve um interregno entre 2010 e 2017, ano em que foi retomado pela Associação Musical do Algarve.

A programação, que se estende até 24 de maio, conta com as presenças dos violinistas Francesca Dego e Pedro Meireles, da guitarrista Gaelle Solal, do violoncelista Paulo Gaio Lima, dos maestros Martin André e Peter Stark e do ator Diogo Infante.

O concerto “A História do Soldado”, com música de câmara da Orquestra Clássica do Sul e narração de Diogo Infante, está marcado para o dia 18 de maio no grande auditório da Universidade do Algarve, no campus de Gambelas.

O festival terá também concertos com agrupamentos musicais, como o Doppio Ensemble, que atua a 14 de abril no Centro Cultural de Lagos, ou a Orquestra Filarmonia das Beiras, com o concerto “Mendelssohn!”, a 11 de maio, no Cineteatro Louletano.

A 33.ª edição do FIMA contará também com a presença de agrupamentos convidados de países estrangeiros, como o Quarteto Chilingirian, que vai levar música e dança arménia ao Conservatório Regional do Algarve, em Faro, a 21 a abril.

A 12 de maio, o FIMA muda-se para um palco montado na garagem do hotel Conrad Algarve, na Quinta do Lago (Loulé), para o concerto “Underground Wine Melodies” que harmoniza a música clássica e a degustação de vinhos.

O festival encerra a 24 de maio no Teatro Municipal de Faro, com o concerto “As Mil e uma Noites”, de Stravinsky, pela Orquestra Clássica do Sul, dirigida pelo maestro Peter Stark e com a solista Francesca Dego (Itália) no violino.

O preço dos bilhetes varia consoante os espetáculos, com entradas a partir de oito euros.

Verifique também

Agitação marítima descobre vestígios de duas antigas armações de pesca em Almancil e Fuseta

Duas antigas armações de pesca foram descobertas no Algarve, resultado da agitação marítima dos últimos …