Breves
Inicio | DA | Franciscanos inauguraram cozinha para apoiar serviço alimentar a carenciados de Faro que tem aumentado

Franciscanos inauguraram cozinha para apoiar serviço alimentar a carenciados de Faro que tem aumentado

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

A Ordem Franciscana Secular (OFS) de Faro benzeu e inaugurou na última sexta-feira à noite uma cozinha para apoiar o serviço alimentar prestado aos mais pobres num quiosque em frente à igreja franciscana, no largo de São Francisco.

Recorde-se que a OFS arrancou em fevereiro de 2010 com um serviço de apoio aos mais pobres, inspirado numa tradição da devoção de Santo António: a distribuição do «Pão dos Pobres».

Assim, todas as terças-feiras, ao final de tarde, é distribuído no “Quiosque de São Francisco” o pão, benzido momentos antes na eucaristia celebrada na igreja franciscana, situada a poucos metros. Juntamente com o pão, os carenciados recebem ainda, entre as 19.15h e as 20.30h, uma sopa bem reforçada, fruta e bolos, entre outros alimentos. Aquela ajuda articula-se assim com iniciativas de outras instituições na cidade que oferecem almoços e jantares noutros dias da semana.

Na sexta-feira, o frei Paulo Ferreira, que presidiu à bênção, disse que a cozinha agora inaugurada no convento de São Francisco (anexo à igreja) visa “acolher e servir os mais necessitados com mais dignidade”. “O espaço que tínhamos era muito limitado para fazer as refeições, não tinha qualidade e pensámos em criar uma cozinha de apoio toda preparada a nível de máquinas e de regras de higiene. As refeições são confecionadas aqui, servidas no quiosque e levadas para casa”, explicou ao Folha do Domingo.

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

O sacerdote, membro da comunidade de Faro da Ordem dos Frades Menores (franciscanos), acrescenta que, num futuro próximo, “quando o tempo melhorar”, se poderá adaptar a área em volta da cozinha para acolher os utentes que vivem na rua e que tomam a refeição ali mesmo.

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

Quando teve início, aquele serviço apoiava cerca de 30 pessoas, depois passou a ser procurado por cerca de 70 e, atualmente, há semanas em que são atendidas 150 utentes. Segundo o frei Paulo Ferreira, os beneficiários daquele serviço são sem-abrigo e toxicodependentes, mas também famílias, sendo que 90 por cento dos beneficiários procuram regularmente aquele apoio.

Aquele responsável explica que o aumento de pessoas a pedir ajuda surgiu nos últimos três meses e verificou-se, sobretudo, ao nível da chamada pobreza familiar envergonhada. “Muitas famílias que não vinham, vêm neste momento porque estão com imensas dificuldades. São famílias numerosas que vêm porque pai e mãe estão desempregados e têm crianças na escola. É uma realidade que nos faz pensar bem na carência em que as pessoas estão neste momento a viver”, sustenta o frei Paulo Ferreira, explicando que estes beneficiários “levam alimentação para todo o agregado”.

O sacerdote explicou que o recheio da nova cozinha, bem como de uma casa de banho criada para os voluntários daquele serviço, resultou de “dádiva generosa” de diversas pessoas.

O frei Paulo Ferreira explicou ainda que a nova cozinha foi designada “O Cantinho do Frei Amorim” como homenagem no dia em que faria 88 anos aquele frade falecido há cerca de uma semana por ter sido construída no espaço da sua antiga oficina.

As Ordens Terceiras são associações de fiéis leigos (não clérigos ou consagrados) agregadas a uma ordem religiosa para efeitos de natureza espiritual, mantendo a autonomia jurídica. A Terceira Ordem da Família Franciscana, igualmente denominada OFS, é constituída em Faro por membros professos, formandos e jovens da Juventude Franciscana (JUFRA) e foi fundada em agosto de 1735.

Verifique também

Fogo em Tavira obriga a cortar Via do Infante, mas trânsito já reabriu

Um incêndio florestal deflagrou hoje na zona da Eira da Palma, em Tavira, no Algarve, …