Pub

As operações, realizadas na zona de Loulé na noite de sábado e madrugada de domingo, tinham por objectivo o combate ao tráfico de droga, a fiscalização rodoviária e de estabelecimentos de diversão nocturna.

Estiveram envolvidos 23 militares da GNR, 10 inspectores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), quatro da Direcção Geral das Alfândegas e Impostos Especiais sobre o Consumo (DGAIEC) e quatro da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE).

Depois de fiscalizados 99 veículos em Loulé, a GNR deteve duas pessoas, uma por condução sob o efeito de álcool e outra por desobediência, que conduzia apesar de ter a carta de condução apreendida.

A GNR deteve ainda um homem por tentativa de agressão a um militar depois de lhe ter sido pedida identificação e oito pessoas por condução com álcool, diz a corporação em comunicado.

As autoridades fiscalizaram ainda mais de 20 estabelecimentos de diversão nocturna, um dos quais não tinha condições de funcionamento, pelo que foi elaborado um auto de encerramento, diz a GNR.

Foram também identificados 160 cidadãos estrangeiros, dos quais 12 estavam em situação ilegal em Portugal, tendo um deles sido de imediato conduzido ao Aeroporto de Faro para expulsão.

Pub