Breves
Inicio | Sociedade | GNR detém 13 pessoas em duas operações de combate ao tráfico de droga

GNR detém 13 pessoas em duas operações de combate ao tráfico de droga

As buscas foram realizadas no âmbito de duas operações de combate ao tráfico de droga, realizadas em resultado de investigações que estavam em curso há seis meses.

Na operação realizada hoje em Almancil, foram realizadas buscas a quatro residências, detidas 10 pessoas e apreendidas “7000 doses individuais de heroína, 1500 doses de cocaína, 100 doses de haxixe, 3 doses de liamba, 17 pés de cannabis de pequeno tamanho, sementes de cânhamo e uma embalagem de produto indeterminado que se suspeita tratar-se de droga sintética”, precisou a força de segurança num comunicado.

A GNR revelou que as buscas realizadas em Quarteira e Loulé levaram à detenção de um estrangeiro em situação irregular em Portugal e de um casal, em cuja residência “foi apreendida uma pistola de calibre 7,65 milímetros e mais de uma centena de munições de vários calibres, cerca de 2600 euros em dinheiro, 30 doses de cocaína, uma balança, relógios, dois anéis em ouro e uma grande quantidade de peças de vestuário e calçado de marca e de avultado valor”.

A primeira operação foi realizada entre as 06:00 e as 11:00 e contou com a participação de 80 militares, entre eles elementos do dispositivo territorial e do Grupo de Intervenção de Operações Especiais da Unidade de Intervenção da GNR, disse fonte da GNR à Lusa.

“Os 10 indivíduos detidos, nove homens e uma mulher, têm idades compreendidas entre os 26 e 54 anos, estando 8 deles detidos por tráfico de estupefacientes, um por posse de arma ilegal (munições) e outro por permanência ilegal no Território Nacional. Apurou-se que pelo menos três dos detidos já têm cadastro, dois dos quais já cumpriram pena por tráfico de droga e furto”, sublinhou a GNR.

Foram ainda apreendidos “302,80 euros em dinheiro, 22 notas de diferentes valores e países, 21 telemóveis, duas balanças, produto de corte, material para acondicionamento do produto estupefaciente e ainda um artefacto utilizado para a produção de cannabis”, adiantou o Comando de Faro.

“Foi também apreendida uma pistola pressão de ar, munições de diversos calibres e 5 armas brancas (catanas, sabres, faca ponta e mola), bem como diverso material suspeito de ter sido furtado, designadamente um LCD, consolas, computadores, máquinas fotográficas, um anel em ouro e 1 relógio”, acrescentou.

A segunda operação, que resultou na detenção do casal e de um cidadão brasileiro em situação irregular, contou com a participação de 30 militares da investigação criminal.

O cidadão brasileiro tinha um “mandado de detenção pendente, conotado com a prática de roubos à mão armada, encontrando-se as autoridades há largos meses a tentar localizar o seu paradeiro”, referiu a GNR, acrescentando que um segundo brasileiro foi notificado para comparecer no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.

Lusa

Verifique também

Cáritas do Algarve assinalou os 50 anos do seu Centro Infantil

A Cáritas Diocesana do Algarve assinalou na passada sexta-feira os 50 anos do seu Centro …