Pub

Na sequência de investigações que se prolongaram por dois meses, a GNR conseguiu hoje deter em Lagos dois homens, de 24 e 35 anos, que tinham na sua posse dois computadores portáteis furtados de uma casa na zona do Burgau.

Um dos suspeitos já estava referenciado por furto no interior de residências e encontrava-se em liberdade condicional depois de ter cumprido pena na prisão por crimes de furto, de onde saiu há cerca de sete meses.

Ao homem de 24 anos foi aplicado Termo de Identidade e Residência, enquanto o outro ficou em prisão preventiva, precisou a GNR, que acredita com estas detenções ter dado “um forte rombo” no furto a residências isoladas da zona.

Ainda em Lagos, a GNR deteve no sábado um casal de portugueses de 30 e 36 anos por tráfico de droga, tendo depois sido efetuada uma busca à sua residência por suspeitas da existência de objetos furtados.

Na casa estava um homem de nacionalidade cabo-verdiana, de 37 anos, que foi também detido pelas autoridades por estar em situação ilegal no país apesar de já ter sido notificado para abandonar Portugal em 2003.

Os três detidos ficaram sujeitos a Termo de Identidade e Residência, conclui a GNR.

Lusa

Pub