Pub

Trata-se de um homem de 27 e outro de 29 anos, que foram detidos “após perseguição apeada” de militares do destacamento territorial de Silves, que enviou para o local várias patrulhas depois de receber uma denúncia de que dois homens estariam a forçar a entrada numa residência, explicou à Lusa o responsável das Relações Públicas do Comando de Faro da GNR.

“Ao aperceberem-se da presença da Guarda, os homens saíram por uma janela e foram detidos nas proximidades da vivenda”, acrescentou a mesma fonte.

A GNR suspeita que os dois detidos “tinham feito o estudo do alvo e sabiam que se tratava de um vendedor ambulante de ouro”, com o qual terão marcado um encontro em Albufeira para adquirir uma peça.

“O homem saiu para se encontrar com potenciais compradores, que não apareceram, e os detidos entraram na residência e vasculharam a casa toda à procura de ouro que o vendedor pudesse ter deixado em casa”, precisou.

A GNR apreendeu aos dois homens uma pistola 6.35 municiada, um gorro, um pé de cabra e dois telemóveis.

Os detidos, que a GNR pensa serem os responsáveis por furtos realizados nas últimas semanas por toda a região do Algarve, foram presentes ao tribunal de turno, em Portimão.

Lusa

Pub