Pub

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

A Guarda Nacional Republicana (GNR) celebrou ontem o 101º aniversário da instalação da sua primeira companhia no Algarve e o 6º aniversário do Comando Territorial de Faro da GNR responsável pelo cumprimento da missão daquela força de segurança no distrito.

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

No entanto, as comemorações destas efemérides tiveram início no passado domingo com uma missa de ação de graças na igreja de São Pedro de Faro, presidida pelo cónego Carlos César Chantre, que, para além de pároco daquela comunidade paroquial, é o capelão do Comando Territorial de Faro da GNR.

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

Na eucaristia, o sacerdote regozijou-se com a vontade daquela força de segurança ter querido iniciar assim as comemorações. “O senhor comandante entendeu por bem abrir as celebrações com uma missa de ação de graças. Bem-haja por respeitar a memória do seu povo. Bem-hajam, queridos elementos da GNR de todas as patentes aqui presentes.

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

Todos nós, cada um segundo ao seu estilo, há-de defender a memória desse povo que jurámos servir. Bem-hajam pela vossa missão do exercício público do poder de amor e de perdão, educando o cidadão para o cumprimento dos seus deveres”, afirmou o capelão, explicando que aquela celebração serviria também para rezar pelos militares já falecidos.

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

No final da celebração, o cónego César Chantre propôs que todos os anos, no aniversário da unidade, se celebre uma missa de ação de graças, tal como esta, “no meio do povo”.

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

O programa dos aniversários teve continuidade ao longo da semana. Na terça-feira, um quarteto de cordas da GNR, composto por três violinistas e um violetista, atuou na FNAC do Fórum Algarve, proporcionando ao público presente um espetáculo ao estilo do classicismo musical.

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

Na quarta-feira realizou-se um seminário sobre “Violência e maus tratos na família”, no campus de Gambelas da Universidade do Algarve e ontem, teve lugar no parque da Pontinha, em Faro, a cerimónia militar presidida pelo segundo comandante geral da GNR, na qual esteve presente o bispo do Algarve, D. Manuel Quintas, para além do capelão regional.

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

As comemorações encerraram, à noite, com a atuação da banda sinfónica da GNR, no Teatro das Figuras.

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça
Pub