Pub

A baixa de Olhão vai passar a ser vigiada por 26 câmaras de videovigilância com captação e gravação de som, tendo o Governo autorizado a instalação do sistema, foi ontem anunciado.

A instalação de 26 câmaras de videovigilância nas avenidas da República, 5 de Outubro e na Rua do Comércio, em Olhão foi autorizada por despacho do secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna, Antero Luís, no dia 30 janeiro.

O sistema que vai ser implementado pela Câmara de Olhão funcionará todos os dias, 24 horas por dia, ficando a conservação e tratamento dos dados sob a responsabilidade do comando de Faro da Polícia de Segurança Pública.

Segundo o município, o sistema destina-se a proteger pessoas e bens, públicos e privados, e prevenir a prática de crimes em locais de algum risco no centro da cidade.

A instalação das 26 câmaras representa um investimento de cerca de 60 mil euros, prevendo a autarquia alargar o sistema de videovigilância ao centro histórico da cidade.

O pedido para a instalação da videovigilância naquela cidade algarvia recebeu, em 27 de dezembro de 2019, o parecer favorável da Comissão Nacional de Proteção de Dados.

Além de Olhão, também as cidades algarvias de Albufeira, Faro e Portimão têm em curso processos para a instalação de sistemas de videovigilância.

Pub