Pub

A autarquia considera que, depois da inauguração nas Gambelas do Hospitalar Particular do Algarve, o nascimento de mais uma unidade de saúde no concelho “qualifica Faro e o Algarve neste domínio”, uma vez que “derrota um agente crítico com que a região se debatia: a insuficiência de cuidados de saúde condignos que prejudicava as populações e para a sustentabilidade do turismo”.
O projecto, ainda numa fase inicial, cuja construção deverá arrancar ainda este ano, tem já terreno e a obra deverá ficar pronta dentro de dois anos e meio.

A Câmara de Faro garante que o município “está a atrair novos investimentos” e “vai continuar a fazê-lo”. A autarquia fala mesmo em “sinais de esperança e confiança” de que o concelho pode “vencer os embaraços que atravessa, renovar o seu tecido económico, promover o emprego e a qualidade de vida dos munícipes”.

Pub