Pub

Helicoptero_forca_aereaUm helicóptero da Força Aérea Portuguesa está a participar, desde o final da manhã, nas buscas pela avioneta que desapareceu hoje ao largo de Sagres, com as autoridades a apontarem para o despenhamento da aeronave no mar.

Carvalho Pinto, comandante do Porto de Lagos e Sagres, disse que o alerta para o desaparecimento do Cessna foi dado pelas 11:00, por uma embarcação de pesca que se encontrava a cerca de uma milha e meia a duas milhas a sul do Porto da Baleeira, numa zona de intenso nevoeiro.

Segundo o relato dos tripulantes da embarcação, a aeronave voava a baixa altitude tendo depois, presumivelmente, embatido na água, disse o comandante, acrescentando que após terem sido contactados os aeródromos de Portimão e Lagos foi comunicado que uma aeronave que tinha saído às 10:15 de Portimão se encontrava incomunicável e desaparecida dos radares.

O aparelho, um Cessna, era pilotado por um homem português, que se encontra desaparecido. Segundo fonte da Câmara de Portimão, o piloto “tinha muitas horas de voo”, era residente na cidade e tinha a aeronave habitualmente estacionada no aeródromo local.

Carvalho Pinto disse, ainda, que após o alerta saíram os meios de salvamento que estão habitualmente em Sagres e foram já encontrados diversos destroços de uma aeronave, um dos quais, o motor, não tendo sido detetada a cabine.

No local, com profundidade entre os 20 e 30 metros, estão vários elementos de socorro a efetuar buscas apoiados por três meios marítimos, entre os quais um navio patrulha de Portimão.

Pub