Pub

A decisão foi hoje anunciada à Lusa por fonte do comando da GNR de Faro.

No domingo, a GNR recebeu um pedido de ajuda do proprietário do bar Cadilac, na Avenida Sá Carneiro, dando informação de que estava uma homem armado no interior daquele estabelecimento noturno.

“Para o local seguiu um pelotão de intervenção rápida da GNR de Faro. Um militar da primeira patrulha que abordou a situação foi alvo de um disparo que o atingiu de raspão a cabeça”, disse no domingo fonte da GNR, sublinhando que o militar estava "fora de perigo” e “consciente”.

Depois de disparar contra a GNR, o jovem de 19 anos fugiu do bar e “barricou-se num prédio” onde se manteve até à sua detenção.

Lusa

Pub