Pub

O homem, de 47 anos, é suspeito de ter matado a tiro de espingarda a proprietária e o segurança do estabelecimento ‘Hospedaria Rita’, que funcionaria como casa de alterne na Estrada Nacional 125, em Vila Nova de Cacela.

O suspeito foi ouvido na quarta-feira ao final da tarde pelo Tribunal de Faro, que decretou prisão preventiva como medida de coação, de acordo com a Polícia Judiciária (PJ).

A GNR registou na madrugada de terça-feira um duplo homicídio numa casa de alterne no centro de Vila Nova de Cacela, onde morreu uma mulher, a proprietária do estabelecimento, e um homem, ‘barman’ e “segurança”.

Os corpos foram removidos da ‘Hospedaria Rita’ numa operação que levou ao isolamento do local do crime e ao corte do trânsito na rua principal da Vila Nova de Cacela.

O crime, registado entre as 03:00 e 04:00 de terça-feira, ficou sob investigação da Polícia Judiciária.

Lusa

Pub