Pub

Segundo um comunicado do conselho de administração do Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio (CHBA), a decisão de suspender de "imediato e a título provisório o processo de pagamento foi tomada após uma reunião com a empresa concessionária, onde foram analisadas as intercorrências, nomeadamente a morosidade no acesso aos locais de estacionamento".

A entrada em vigor da cobrança do estacionamento nos parques daquela unidade do Algarve, na terça-feira, provocou várias filas de trânsito, dificultando os acessos à unidade de saúde e à cidade de Portimão (no distrito de Faro), de utentes, ambulâncias e veículos de emergência.

No documento, a administração hospitalar recorda que os transtornos "decorrem também de um problema verificado desde a sua implementação, que é de existir apenas um único acesso ao hospital”.

"O assunto está neste momento a ser debatido com a autarquia e entidades responsáveis com vista à sua resolução", lê-se no documento.

No comunicado, a administração do CHBA lamenta "os transtornos e atrasos gerados, comprometendo-se a unir esforços no sentido de conciliar todos os interesses em causa".

Lusa

Pub