Pub

Em causa estão 23 milhões de euros inscritos no Plano Operacional do Algarve (PO Algarve21) para o setor turístico, a que até aqui só os hotéis fora do litoral se podiam candidatar para obras de requalificação.

O objetivo passa pela qualificação da oferta existente, de forma a garantir ou aumentar os níveis de qualidade alcançados.

Até ao momento encontram-se aprovados no quadro do PO Algarve21, na área do turismo, 41 projetos empresariais, com um incentivo atribuído de 13 milhões de euros, correspondentes a um investimento total estimado de cerca de 88 milhões de euros.

Para além de unidades hoteleiras, o PO Algarve21 está também a apoiar obras de eficiência energética de hotéis de toda a região, como o Zoomarine, Casas do Moinho (Aljezur) e Rocha Grelheira (S. Brás).

Liliana Lourencinho com Lusa
Pub