Pub

A jornada festiva, sob o lema “Viver em Cristo a comunhão e a Missão”, que congregará a Igreja algarvia com o clero, consagrados e leigos (entenda-se, não clérigos) em torno do seu bispo, pretende fazer memória dos momentos mais significativos vividos ao longo dos últimos seis anos.

Num ofício enviado aos sacerdotes, diáconos e consagrados, a que FOLHA DO DOMINGO teve acesso, a Diocese do Algarve fala numa “significativa expressiva de comunhão” à volta do seu bispo e num encontro em “verdadeiro espírito de Igreja” onde será possível partilhar, conviver, rezar e fazer memória.

O programa do dia terá início pelas 10h com o acolhimento e oração no Pavilhão de Feiras e Exposições da FISSUL, onde decorrerá também o almoço partilhado com o que cada um trouxer, o convívio e a celebração da Eucaristia, sendo que, para as crianças e jovens, está previsto um “especial acolhimento”.

A programação da jornada contempla quatro sectores temáticos (ateliês) – Vocações, Família, Caridade e Lectio Divina – nos quais os participantes se deverão inscrever, sendo que, para cada um deles, haverá dois turnos (às 11h e às 12h) de forma a possibilitar a participação de um maior número de pessoas.

O ateliê da Pastoral Vocacional, particularmente destinado a adolescentes e jovens, decorrerá na capela dos Mártires (ponto 4 do mapa em anexo), o ateliê da Pastoral da Família (que incluirá também a Pastoral da Catequese e a Pastoral da Juventude) funcionará no próprio pavilhão da FISSUL (ponto 1 do mapa em anexo), o ateliê da Pastoral Sóciocaritativa (que incluirá uma memória da visita da imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima ao Algarve de 2007 a 2009) realizar-se-á no Teatro Mascarenhas Gregório (ponto 3 do mapa em anexo) e o ateliê da Lectio Divina realizar-se-á num espaço paroquial junto à Sé (ponto 2 do mapa em anexo).

Durante toda a manhã, além destes ateliês, haverá simultaneamente adoração eucarística na Sé para possibilitar momentos de oração pessoal.

Após o almoço partilhado, decorrerá pelas 14.30h um convívio com uma encenação intitulada “Revestidos da força do alto” e a tarde seguirá, pelas 16.30h, com a celebração da Eucaristia, presidida pelo bispo do Algarve, D. Manuel Quintas, organizada, nos seus diversos momentos, por uma representação de cada uma das quatro vigararias da Diocese do Algarve.

Na celebração eucarística está ainda previsto o envio de alguns jovens algarvios que participarão em experiências missionárias no próximo verão.

Também chamada arciprestado ou ouvidoria, a vigararia é uma circunscrição eclesiástica da qual fazem parte várias paróquias ou quase paróquias (vicariatos).

Samuel Mendonça
Pub