Breves
Inicio | Igreja | Igreja do Algarve assinalou exemplo de vida do fundador do Opus Dei no 40º aniversário da sua morte

Igreja do Algarve assinalou exemplo de vida do fundador do Opus Dei no 40º aniversário da sua morte

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

No dia passado dia 26 deste mês, em que a Igreja Católica assinalou a memória litúrgica de São Josemaria Escrivá, fundador do Opus Dei, o bispo do Algarve presidiu à missa daquela festividade que, na diocese algarvia, foi celebrada na igreja de São Pedro de Faro.

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

“Hoje somos convidados a louvar o Senhor pelo dom de São Josemaria Escrivá na passagem dos 40 anos da sua morte que se cumprem neste dia. Queremos louvar o Senhor pelo dom que ele constitui para toda a Igreja, bem como pelo carisma que lhe concedeu com o qual é enriquecida a Igreja e, concretamente, também a nossa Igreja diocesana, através de tantos de vós que o assumem como inspirador do caminho de santidade, iluminando a vida do dia-a-dia.”, afirmou D. Manuel Quintas, na eucaristia concelebrada pelo padre Pedro Regojo, assistente dos núcleos do Opus Dei no Algarve, pelo cónego Carlos César Chantre, pároco da paróquia farense de São Pedro e pelo padre Pedro Manuel.

Lembrando que “Deus se serviu de santos para enriquecer a Igreja”, o prelado desejou que o testemunho do fundador do Opus Dei possa ser exemplo. “Que o testemunho de vida e de santidade São Josemaria Escrivá possa estimular-nos a progredir através daquilo que constitui a nossa vida do dia-a-dia”, afirmou.

O Opus Dei foi criado pelo sacerdote espanhol em 1928 com a finalidade de colaborar na missão evangelizadora da Igreja e na difusão da visão cristã no mundo.

Depois da morte do fundador, em 1975, assumiram a liderança da instituição católica Álvaro del Portillo e, mais recentemente, o bispo Javier Echevarría Rodríguez.

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

Josemaria Escrivá de Balaguer nasceu em 1902 e faleceu em 1978, tendo sido canonizado por João Paulo II a 6 de outubro de 2002.

Verifique também

Lausperene da Igreja algarvia concluiu-se com apelo a que se prossiga naquela iniciativa

A Igreja Católica algarvia concluiu na passada sexta-feira a cadeia de oração permanente ao Santíssimo …