Pub

Aquele serviço da diocese algarvia pretende que os “que os catequizandos e suas famílias possam aproveitar este subsídio e suas propostas para melhor viverem este tempo do Advento, de forma profunda e enriquecedora”. “Como todos os anos, também neste, somos convidados a vivê-lo de forma intensa e profunda, na expectativa da chegada do Messias”, refere a comunicação às paróquias, sublinhando que o Natal deste ano “reveste-se de uma importância singular” por ser “celebrado em Ano da Fé”, proclamado pelo Papa para toda a Igreja, de outubro de 2012 a novembro de 2013.

Recordando que o Programa Pastoral da Igreja algarvia “propõe a todos os cristãos a intensificação deste Ano da Fé, de maneira particular nos tempos do Advento, Quaresma e Páscoa”, o Setor Diocesano da Catequese da Infância e Adolescência (SDCIA) pede aos párocos e catequistas que exortem os catequizandos e respetivos pais, a “celebrar em Igreja Doméstica, a chegada do Menino Deus”.

O SDCIA explica que a campanha de Advento deste ano para a catequese tem como objetivos “reflectir sobre o mistério da encarnação de Jesus e levar a todos a alegria da sua vinda”, “celebrar o Natal do Senhor Jesus na perspectiva da sua essência de Amor doação em favor dos outros”, “ajudar as famílias a redescobrir o seu papel de primeiros e principais Educadores de seus filhos, comprometendo-os no acompanhamento da catequese semanal”, “proporcionar aos mais carenciados das nossas paróquias um momento de partilha, de alegria e de vivência cristã concreta a partir das nossas renúncias de cada dia de Advento” e “anunciar ao «mundo» a Boa Nova da vinda de Jesus, enquanto oportunidade de renovação espiritual e de fé”.

O manual de 16 páginas, editado em tamanho A5 (cujo download pode ser feito no portal da Diocese do Algarve), alude ao sentido da espiritualidade de Advento e destaca o significado do presépio e o significado e simbologia da coroa, um dos símbolos do Advento a realizar.

O Advento, que este ano começou ontem (2 de dezembro), data que assinalou o início de um novo ano litúrgico para os católicos, compreende os quatro domingos anteriores ao Natal.

Samuel Mendonça
Pub