Pub

O Secretariado Diocesano da Pastoral Juvenil (SDPJ) explica que esta proposta, intitulada “Prova dos 9” pretende ajudar a olhar a JMJ “na verdade do que ela constitui: uma peregrinação, um encontro com o Senhor, um momento de comunhão e partilha da fé com o Santo Padre, um convívio de amizade e fraternidade entre irmãos, uma festa…um pouco de eternidade aqui na terra”.

À FOLHA DO DOMINGO, o padre assistente do SDPJ explica que o objetivo da “Prova dos 9”, a realizar de 7 a 15 de agosto, é “que cada jovem participante possa começar a vivenciar e a introduzir-se na dinâmica, na temática e na espiritualidade” da JMJ. “Faz sempre parte de cada dia um trecho da mensagem do Papa e os temas propostos para a reflexão têm sempre a ver com questões relacionadas com a juventude e a vivência cristã ou com outra coisa que quisemos focar na proposta de santidade para os jovens e que é o conhecimento dos santos espanhóis que podem servir de exemplo para a vida deles, como São Francisco Xavier, Santa Teresa de Jesus ou Santo Inácio de Loiola”, acrescenta o padre António de Freitas.

O sacerdote explica ainda que o simbolismo do nome da proposta tem a ver com o facto de esta ser uma prova que os participantes da JMJ vão resolver individualmente e cujo “resto zero” final deverá ser “uma maior intimidade e amizade com Cristo”.

Associada à elaboração da proposta, publicada no sítio do SDPJ na Internet, está a necessidade de ligação àquela rede, uma vez que o trabalho prevê a audição de músicas e a recitação de orações que devem ser posteriormente ser partilhadas nas redes sociais. O SDPJ explica que esta opção “procura responder a um apelo de sermos uma Igreja 2.0”, ou seja, fazer da Internet “lugar de reflexão, oração, partilha de fé e testemunho de Cristo”. “Que descubras a Internet não só como lugar de trabalho, divertimento ou tempo mal gasto, mas também lugar por meio do qual podemos encontrar-nos com Deus e uns com os outros na alegria da nossa fé em Cristo, procurando responder ao apelo do Santo Padre de «na era da globalização, sede testemunhas da esperança cristã em todo o mundo: são muitos os que desejam receber esta esperança!»”, complementa o SDPJ.

Aquele serviço da pastoral da Diocese do Algarve adverte contudo aos participantes algarvios da JMJ que a “preparação intensa” do encontro não se reduz à “Prova dos 9”. O SDPJ sugere que, antes de iniciar a peregrinação a Madrid para o “acontecimento único”, os participantes celebrem o sacramento da Reconciliação (confissão) e que os grupos paroquiais ou os participantes individuais proponham ao respetivo pároco “receber a bênção para os peregrinos numa Eucaristia dominical da paróquia”.

A apresentação desta proposta será um dos temas em destaque no encontro que amanhã se realiza, pelas 17.30h na paróquia das Ferreiras, promovido pelo SDPJ. Trata-se do último encontro informativo de preparação para a JMJ, no qual participará o bispo do Algarve, D. Manuel Quintas, e que terá como objetivo transmitir as últimas informações e dividir pelos autocarros o grupo de participantes algarvios, inscritos através do SDPJ, promovendo a apresentação e conhecimento entre os membros destes subgrupos.

Para além deste, terá lugar ainda no dia 15 de agosto, a Eucaristia de envio, presidida pelas 22h pelo bispo do Algarve na Sé de Faro, iniciando-se de seguida a viagem até Madrid do grupo inscrito pelo SDPJ que ficará alojado em plena capital espanhola no colégio público Juan Gris na rua Muela de San Juan.

Recorde-se que o SDPJ, sem contar com a Jornada Diocesana da Juventude onde também incentivou à participação na JMJ de Madrid e além dos Encontros de Sensibilização, realizou ainda três Encontros Formativos/Informativos, e tem cerca de 173 inscritos, incluindo D. Manuel Quintas, que acompanhará este grupo que viajará até Madrid de autocarro.

Para além do bispo do Algarve, três padres – António de Freitas, Carlos de Aquino e frei Paulo Ferreira – acompanharão também o grupo de algarvios inscritos pelo SDPJ, cujos participantes são oriundos das paróquias de Almancil, Boliqueime, Conceição de Faro, Estoi, Lagoa, Loulé, Luz de Tavira, Mexilhoeira Grande, Portimão, Quarteira, Quelfes, Ferreiras, Sé de Faro, São Luís de Faro, São Pedro de Faro e Tavira.

Incluídos nestes cerca de 173 participantes estão ainda nove australianos que acolheram, em 2008, os jovens algarvios em Brisbane, aquando da JMJ na Austrália, e que no próximo verão virão ainda passar férias em Portugal.

Para além dos sacerdotes que integram o grupo de inscritos pelo SDPJ, também o padre Pedro Manuel irá participar naquele encontro mundial da juventude com o Papa Bento XVI, acompanhando o grupo de 12 jovens que irão ao encontro através das Missionárias da Caridade.

O contingente algarvio é ainda composto por cerca de 40 elementos do Caminho Neocatecumenal, oriundos das paróquias de Monte Gordo, São Pedro de Faro e Matriz de Portimão, que também irão a Madrid.

Samuel Mendonça
Pub