Inicio | Igreja | Igreja do Algarve publica “itinerário espiritual” para apoiar a oração em família

Igreja do Algarve publica “itinerário espiritual” para apoiar a oração em família

© Samuel Mendonça
© Samuel Mendonça

A Igreja do Algarve acaba de editar um “itinerário espiritual para a família”, “à luz do ano litúrgico”, que visa promover e apoiar a oração familiar.

Intitulado “Chamados à Amizade”, o guião, editado no âmbito do Secretariado Diocesano da Pastoral Familiar, resultou do percurso pedagógico vivido no ano pastoral de 2013/2014, particularmente dedicado à realidade da família.

“Primeiro houve o esforço de criar-se grupos [paroquiais] de pastoral familiar, alguma reflexão mais teológica sobre a família, ensaiou-se algumas propostas de espiritualidade e de oração e agora, na continuidade desse trabalho, apresenta-se esta proposta de dinâmica espiritual que faz sentido depois de alguma caminhada já feita e que foi sentida por esse trabalho que foi sendo realizado, de modo particular em algumas paróquias”, explica ao Folha do Domingo o padre Carlos de Aquino, coordenador do Departamento Diocesano da Pastoral Litúrgica e autor da publicação.

O sacerdote diz que nas reuniões de vigários e do Conselho Presbiteral se sentiu a “necessidade de promover uma dinâmica mais permanente e consistente mas numa linha espiritual orante”, razão pela qual acredita que a publicação terá boa aceitação nas paróquias. “Notou-se a falta de alguns subsídios no sentido de uma linha mais espiritual, concretamente de oração, que facilitasse que as famílias, durante o ano, pudessem rezar”, sustentou, esclarecendo que a edição trata-se de “um conjunto de orações que percorre todos os tempos do ano litúrgico, inspirado no Ano B (por ser o que a Igreja está este ano a seguir) e no evangelho de cada domingo”.

O padre Carlos de Aquino sublinha ainda que a publicação contempla igualmente “uma proposta celebrativa que pode ser adaptada à realidade de cada família e que os pais podem fazer juntamente com os filhos ou em casal”. “É uma proposta de oração que inclui sempre também uma dimensão mais criativa de alguma ação que é sugerida, inspirada também depois a partir de cada tempo litúrgico”, complementa.

O itinerário espiritual, de 92 páginas, tem início no tempo de Advento e termina no Tempo Comum, passando pelos tempos de Natal, Quaresma e Pascal e inclui também um capítulo dedicado às festas da Santíssima Trindade, do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo (Corpo de Deus) e da Imaculada Conceição de Maria.

O autor explica que o facto de ter início no tempo de Advento (tempo litúrgico de preparação para o Natal), “não impede que se possa começar agora”. “Como é um livro em aberto pode-se começar em qualquer época. O modo como está estruturado corresponde ao percurso do ano litúrgico, mas em qualquer tempo que se comece pode ser acolhido”, refere.

O padre Carlos de Aquino explica ainda que o título não é um “jogo de palavras” num ano pastoral que está a ser vivido na diocese algarvia à luz do lema “Chamados à Santidade”. “«Chamados à Santidade» é o lema do ano que nos inspira, mas a santidade é o cultivo da amizade, de uma amizade que se cultiva por encontro. É isso a liturgia, a celebração e a oração. Quando a gente reza, cresce na santidade e na amizade”, evidencia, destacando que “«Chamados à Amizade» é inspirado nesse lema da diocese e este pequenino opúsculo é uma proposta humilde e despretensiosa neste crescimento da santidade”.

Lembrando que o programa pastoral da Igreja algarvia sublinha a fundamental importância da “oração como meio para crescer na santidade, a nível pessoal e comunitário” e sugere que se continue “a promover a oração em família, inspirados no ícone da Sagrada Família”, dando continuidade às ações previstas no ano pastoral transato, o vigário episcopal para a Pastoral da Diocese do Algarve lembra que esta publicação presta-se também para “favorecer a desejada pastoral da família”.

O cónego José Pedro Martins considera que esta iniciativa favorecerá ações do âmbito da pastoral familiar tais como “convivências, encontros das famílias orantes, reflexões temáticas, empenhamento comunitário”, entre outras.

Os livros estão à venda nos Serviços Diocesanos de Pastoral pelo valor de quatro euros e a diocese recomendou a sua apresentação nas paróquias na festa da Sagrada Família, no passado dia 28 de dezembro.

Verifique também

Seminário de Faro conta este ano com dois seminaristas da Arquidiocese de Évora

O Seminário de São José de Faro, instituição dedicada à formação dos futuros sacerdotes da …

Folha do Domingo

GRÁTIS
BAIXAR