Inicio | Igreja | Igreja do Algarve rezou em Olhão pelas ordenações do próximo domingo

Igreja do Algarve rezou em Olhão pelas ordenações do próximo domingo

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

A igreja matriz de Olhão recebeu esta noite uma vigília de oração pelas ordenações do próximo domingo.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Amanhã, 16 de junho, a igreja São Pedro do Mar em Quarteira irá acolher pelas 17h a ordenação sacerdotal será do diácono António Moitinho de Almeida, da paróquia de Santa Maria de Tavira, e as ordenações diaconais serão dos quatro leigos casados: António Valério Costa e João Pontes dos Santos, da paróquia matriz de Portimão, João Chaves dos Santos, da paróquia de Olhão, e Nuno Francisco, da paróquia da Mexilhoeira Grande.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Na celebração desta noite, presidida pelo bispo do Algarve, D. Manuel Quintas começou por realçar o sentido daquela iniciativa. “Estamos reunidos para louvar o Senhor e lhe agradecer pelo dom daqueles que vão ordenados diáconos e também presbítero no próximo domingo. Mas, ao mesmo tempo para deixarmos também que esta palavra também nos ajude a entender bem o que significa ser chamado e vocacionado para um serviço na Igreja e também o que significa ser discípulos de Jesus, também como batizados”, afirmou o prelado.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

A propósito do discernimento do chamamento de Deus, o bispo diocesano disse que “o importante é escutar a sua voz, perscrutar à luz do Espírito os seus apelos e a sua vontade e, depois, confiar”.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

D. Manuel Quintas, que sublinhou aos candidatos ao presbiterado e ao diaconado que “o caminho é o do serviço”, considerou que “Deus dá a cada um o que cada um precisa para responder àquilo que Ele pede, à vocação a que chama”.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

O bispo do Algarve afirmou assim que “a imagem do diácono é a imagem de Jesus de joelhos, lavando os pés aos discípulos”. “É, de facto, uma dimensão da diaconia de Cristo que é essencial para a Igreja ser fiel à sua missão”, sustentou.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

D. Manuel Quintas considerou que a “atitude de serviço é aquela que fala mais alto ao mundo de hoje”. “Torna mais eficaz até o anúncio do evangelho a que o Senhor nos chama”, acrescentou.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

O prelado concluiu, lembrando que o próximo domingo “será um dia grande e festivo” para a igreja diocesana algarvia. “Gostaria que vivessem esse dia em ação de graças por este dom de um presbítero para toda a Igreja e, particularmente, para a nossa diocese”, pediu.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

A celebração, promovida conjuntamente pelo Seminário de São José de Faro, pelo Secretariado da Pastoral Vocacional e pelo Sector da Pastoral Juvenil da Diocese do Algarve, que contou com a adoração ao Santíssimo Sacramento, prosseguiu com a realização da profissão de fé e do juramento de fidelidade dos candidatos.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

A vigília de oração contou com a presença dos padres António de Freitas e Vasco Figueirinha da equipa formadora do Seminário do Algarve e vários outros sacerdotes, diáconos e seminaristas da diocese.

Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo
Foto © Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Verifique também

Lausperene da Igreja algarvia concluiu-se com apelo a que se prossiga naquela iniciativa

A Igreja Católica algarvia concluiu na passada sexta-feira a cadeia de oração permanente ao Santíssimo …