Inicio | Igreja | Igreja do Algarve tem um novo acólito e um novo leitor instituídos

Igreja do Algarve tem um novo acólito e um novo leitor instituídos

Instituicoes_leitor_acolito_2016A Igreja do Algarve conta, desde o passado sábado, com um novo acólito e um novo leitor instituídos pelo bispo do Algarve no decurso da eucaristia de encerramento do Lausperene, em Olhão.

D. Manuel Quintas instituiu o seminarista Tiago Veríssimo, a frequentar o 6º ano do curso de Teologia, no ministério de acólito e o seminarista António Almeida, a frequentar o 5º ano do mesmo curso, no ministério de leitor.

Instituicoes_leitor_acolito_2016A instituição de leitor foi simbolicamente assinalada com a entrega, por parte do prelado, da Sagrada Escritura, o livro da palavra de Deus que é proclamado na assembleia dos fiéis. No caso do acólito, a instituição foi assinalada com a entrega do cálice com a missão de servir dignamente a mesa de Deus e da Igreja.

Instituicoes_leitor_acolito_2016

As instituições, agora recebidas pelos seminaristas, são um passo para as suas futuras ordenações sacerdotais, uma vez que constituem um pressuposto para elas, reforçando sua a intenção de orientarem as suas vidas, o caminho de formação humana e de fé e o aperfeiçoamento espiritual, respondendo ao apelo de Deus. Neste sentido, o bispo do Algarve explicou que os dois ministérios instituídos “são etapas muito importantes que conduzem ao sacramento da Ordem com o primeiro grau que é o diaconado”. “Etapas importantes que a Igreja apresenta, digamos mesmo exige, até com um intervalo entre os dois ministérios, como caminho progressivo de acesso ao sacramento da Ordem”, sustentou.

“E qual é o objetivo destes ministérios? É que aqueles que se sentem chamados a consagrar a sua vida a Cristo, ao Evangelho e à Igreja, ao aproximar-se o tempo da ordenação, centrem de maneira particular a sua vida na palavra de Deus e no altar, quer dizer, na eucaristia”, prosseguiu o prelado.

D. Manuel Quintas lembrou que “a eucaristia é escola de todos os ministérios”. “Jesus na eucaristia ensina-nos a todos a lição do serviço. A palavra ministério quer dizer serviço. A eucaristia é verdadeiramente uma escola. Somos todos convidados a «matricular-nos» nesta escola, de maneira particular aqueles que são chamados ao ministério ordenado, a serem diáconos, padres e bispos”, afirmou.

O bispo diocesano considerou aquelas instituições como um incentivo para a Igreja algarvia continuar a rezar pelas vocações de consagração. “É certamente para nós motivo de grande alegria e estímulo para continuarmos sempre, e não apenas nestas duas semanas, a pedir ao Senhor da messe que mande operários para a sua messe, para nossa Igreja diocesana”, afirmou.

A instituição no ministério de leitor, que também pode ser conferida a pessoas não candidatas ao sacerdócio, consiste na capacitação para proclamar, solenemente, a palavra de Deus na comunidade cristã.

O serviço do acólito centra-se também, de maneira particular, na eucaristia que aquele que é instituído neste ministério passa a distribuir a todos, particularmente àqueles que não podem abeirar-se dela como os doentes.

Instituídos leitor e acólito, António Almeida e Tiago Veríssimo, completaram, respetivamente, a primeira etapa e a segunda que precede a terceira e última, – o diaconado –, antes da ordenação sacerdotal.

Tiago Veríssimo, que tinha sido instituído leitor em novembro do ano passado, e António Almeida são naturais, respetivamente, de Aljezur e Tavira.

Verifique também

Paróquia das Ferreiras acolhe Oficina de Oração e Vida

A paróquia das Ferreiras está a acolher uma Oficina de Oração (TOV) e Vida desde …