Pub

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

A Igreja do Algarve conta desde domingo com um novo leitor instituído pelo bispo do Algarve no decurso da eucaristia de abertura do Lausperene diocesano, em Tavira.

D. Manuel Quintas instituiu o seminarista Tiago Veríssimo, a frequentar o 5º ano do curso de Teologia, no ministério de leitor.

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

A instituição de leitor foi simbolicamente assinalada com a entrega, por parte do prelado, da Sagrada Escritura, o livro da palavra de Deus que é proclamado na assembleia dos fiéis.

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

A instituição, agora recebida pelo seminarista, é um passo para a sua futura ordenação sacerdotal, uma vez que constitui um pressuposto para ela, reforçando sua a intenção de orientar a sua vida, o caminho de formação humana e de fé e o aperfeiçoamento espiritual, respondendo ao apelo de Deus. “O leitor é instituído para proclamar a palavra de Deus e para poder desempenhar estas funções, cada vez com maior aptidão e perfeição, deve meditar com assiduidade o que proclama. Consciente do ministério recebido deve recorrer a todos os meios oportunos para crescer no seu conhecimento e no amor pela Sagrada Escritura, de modo a tornar-se um discípulo sempre mais prefeito do Senhor”, afirmou D. Manuel Quintas, citando o Motu Proprio de 1972 do papa Paulo VI para os ministérios instituídos do leitor e do acólito.

Neste sentido, o bispo do Algarve começou por lembrar que “o leitor não é apenas aquele que lê”. “Antes de proclamar a palavra há todo um caminho que conduz a isso”, afirmou, acrescentando que o caminho, como para todos os cristãos, passa por “escutar, acolher, assimilar e interiorizar essa palavra”. “De modo a que nós próprios sejamos essa palavra viva de Deus em movimento, através, não apenas da nossa palavra, mas sobretudo da nossa vida”, completou, acrescentando ser “fundamental neste caminho deixar-se questionar e interpelar pela palavra e corresponder-lhe” para “progredir no caminho da santidade”.

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

D. Manuel Quintas lembrou a instituição no ministério dos leitores surge como “primeiro degrau” em ordem às ordenações diaconal e presbiteral.

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça
Pub