Pub

Entre este ano e o próximo vão ser lançadas brochuras com percursos temáticos baseados nas festas da agricultura e do mar, Semana Santa e Páscoa, mártires cristãos e igrejas dedicadas à Virgem Maria, revelou à Agência Ecclesia o novo diretor da equipa da Pastoral do Turismo da diocese algarvia, que se apresenta esta sexta-feira no Paço Episcopal de Faro.

Os itinerários vão deter-se com “particular insistência” no interior, onde existem “algumas das igrejas mais ricas” do Algarve, para que os turistas saibam que a região “não se resume à praia”, afirmou o padre Miguel Neto, que também dirige o Secretariado das Comunicações Sociais e Cultura.

O responsável destacou a importância de difundir a rota dos mártires cristãos, a começar pelo padroeiro das dioceses do Algarve e de Lisboa, São Vicente, diácono da Igreja de Saragoça morto em Valência no início do século IV, durante a perseguição do imperador romano Diocleciano.

A ligação do Algarve ao santo de origem espanhola, que a Igreja evoca este domingo, decorre da circunstância de os seus restos mortais terem sido transladados para o extremo sudoeste de Portugal continental, o Cabo de São Vicente, que segundo o sacerdote é um dos primeiros locais de peregrinação em Portugal.

Antes do lançamento das rotas a equipa da Pastoral do Turismo vai publicar quatro brochuras, correspondentes ao mesmo número de regiões em que a diocese está dividida (vigararias), com horários das missas, datas de festas religiosas e notas históricas sobre as igrejas.

A diocese pretende transmitir a “identidade cristã” de uma região que, segundo o responsável, tem como “único fenómeno propriamente religioso” a festa da “Mãe Soberana”, que se celebra em Loulé duas semanas após o Domingo de Páscoa.

Um dos objetivos da apresentação da equipa da Pastoral do Turismo, constituída por sete pessoas, a maior parte com formação teórica e experiência nos domínios da hotelaria e viagens, é inaugurar o site do departamento, cujo endereço vai ser divulgado no encontro.

A iniciativa, que decorre às 17h00, visa igualmente dar a conhecer o grupo de trabalho e o seu projeto às entidades oficiais do turismo e unidades hoteleiras.

Pub