Breves
Inicio | Sociedade | Iluminação em Faro volta a funcionar de acordo com horário solar

Iluminação em Faro volta a funcionar de acordo com horário solar

Candeeiro_desligadoA iluminação noturna no concelho de Faro volta a partir de hoje a ser acesa e desligada de acordo com o horário solar por razões de segurança pública e do conforto de circulação dos munícipes, informou a autarquia.

Em outubro de 2011, em consequência do aumento da taxa de IVA na eletricidade de 6% para 23%, a Câmara Municipal de Faro decidiu reduzir o tempo de disponibilização de iluminação pública, através da introdução de 125 relógios astronómicos (que se regulam em função do pôr e do nascer do sol), nos principais postos transformadores e de abastecimento do concelho de Faro.

As zonas públicas passaram desde 2011 a estar iluminadas meia hora mais tarde do que o que era praticado antes do aumento do imposto, e as luzes foram apagadas uma hora mais cedo na zona urbana e uma hora e meia mais cedo nas estradas, designadamente na entrada de Faro pela Estrada Nacional (EN) 125 no sentido Patacão/Faro e Olhão/Faro e na EN 125-10.

Em comunicado, a Câmara de Faro informou hoje que o “processo de alteração do horário da iluminação acontecerá a partir de hoje em todas as zonas do concelho, podendo em algumas áreas demorar até 30 dias”.

“Tivemos em conta diversos fatores, sendo o mais relevante a segurança pública e o conforto de circulação dos munícipes”, lê-se na nota de imprensa.

A autarquia refere que os novos sistemas vão permitir ficar com “todas as zonas iluminadas em todo o período noturno (…) com claro benefício para o sentimento de segurança dos munícipes”.

A decisão da Câmara de Faro reflete uma avaliação ao “longo destas primeiras semanas de mandato” em que, segundo explica, se confirmou que as “necessidades da população precisavam de outra solução em detrimento da que vinha sendo adotado”.

O novo sistema de iluminação será ligado de forma alternada em ambos os lados das vias em ligação.

“Esta solução será ainda mais económica e respeitadora dos ditames orçamentais a que a Câmara está obrigada e dos quais não se poderá afastar nem por um milímetro”, acrescenta a autarquia.

Verifique também

PJ detém suspeito de tentar matar homem em Olhão há seis meses

A Polícia Judiciária (PJ) deteve ontem um homem de 25 anos suspeito de tentar matar …