Breves
Inicio | Igreja | Instituições sociais da Igreja algarvia refletiram sobre as obras de misericórdia e a ação social

Instituições sociais da Igreja algarvia refletiram sobre as obras de misericórdia e a ação social

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

Os centros sociais paroquiais do Algarve e outras instituições da Igreja voltaram a reunir-se na passada terça-feira, num encontro, uma vez mais, presidido pelo bispo do Algarve, D. Manuel Quintas, e promovido pela Pastoral Social da Diocese do Algarve.

Este VI Encontro dos Centros Sociais Paroquiais e outras instituições sociais da Igreja do Algarve teve lugar no Centro de Bem-estar Social de Nossa Senhora de Fátima, em Olhão, e destinou-se, uma vez mais, aos presidentes e diretores técnicos daquelas instituições particulares de solidariedade social (IPSS) que procuraram refletir sobre as obras de misericórdia e a ação social.

D. Manuel Quintas, na introdução ao dia, começou por apontar o objetivo da iniciativa. “Reforçarmos aquela que é a nossa missão dentro das instituições que representamos”, afirmou o prelado, que fez um balanço positivo daqueles encontros, considerando que “em boa hora” se tomou a iniciativa de os realizar. “Verificámos nestes anos a importância destes encontros”, frisou, apontando como um dos seus frutos o “conhecimento mútuo das diferentes instituições”. “Isto tem-nos permitido entrar em sintonia com o espírito que deve animar estas obras”, sustentou.

Foto © Samuel Mendonça
Foto © Samuel Mendonça

A jornada, participada por cerca de 80 pessoas, ficou marcada pela intervenção do padre Domingos da Costa que apresentou uma conferência sobre as obras de misericórdia e a ação social da Igreja, intitulada “Da humanização da Misericórdia Divina à divinização da misericórdia humana”, na qual considerou que o principal problema da Igreja e das suas organizações é a separação entre dois cultos – o do “amor de Deus” e o do “amor dos irmãos” –, “tendo os dois entrado em crise, como sempre acontece”.

Igualmente marcante foi a intervenção do ex-secretário de Estado Simões de Almeida que apresentou uma reflexão sobre a “Contratação pública e as IPSS”, na qual defendeu que o Código dos Contratos Públicos (CCP) se aplica às IPSS.

O encontro visou ainda a preparação do Jubileu das IPSS que se realizará no dia 18 de junho deste ano.

Atualmente, no Algarve, as instituições de solidariedade social da Igreja Católica incluem 22 Santas Casas da Misericórdia, 12 Centros Sociais Paroquiais, embora as estatísticas oficiais contabilizem 16 (quatro, apesar da constituição canónica, nunca tiveram atividade) e quatro institutos de organização religiosa.

Verifique também

Paróquia das Ferreiras acolhe Oficina de Oração e Vida

A paróquia das Ferreiras está a acolher uma Oficina de Oração (TOV) e Vida desde …